Border collie deixa pessoas angustiadas ao ficar do lado de fora de apartamento

Por
em Notícias

Uma cadela da raça border collie causou pânico e comoção ao ficar presa na fachada de um prédio de cinco andares em Curitiba. A cachorrinha, chamada Capitu, roeu a tela de proteção da sacada do apartamento onde mora com suas tutoras e se aventurou na estrutura externa do edifício.

Ela foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros após quase uma hora de tensão.

O caso aconteceu em 19 de janeiro, quando Capitu, de apenas dois anos, resolveu explorar o ambiente fora do apartamento.

Segundo suas tutoras, Karen Franken e Alice Skalalabrim, a border collie é muito brincalhona e curiosa, mas não imaginavam que ela pudesse roer a tela e se arriscar tanto.

“Eu estava trabalhando em casa e ouvi um barulho na sacada. Quando fui ver, ela já tinha saído e estava na fachada. Fiquei desesperada e liguei para os bombeiros”, contou Karen.

Os vizinhos também perceberam a situação e se mobilizaram para ajudar. Eles estenderam um tecido e colocaram almofadas no chão para amortecer uma possível queda de Capitu.

Alguns tentaram acalmar a cachorrinha, que estava assustada e não conseguia voltar.

“Todos os vizinhos foram muito solidários e fizeram o que podiam. Foi uma corrente de amor pela Capitu”, disse Alice.

Três viaturas do Corpo de Bombeiros chegaram ao local e montaram uma estrutura de rapel para resgatar a cadela.

A tenente Jessica Formanquevski foi a responsável por se aproximar de Capitu e pegá-la no colo.

Ela disse que a operação foi delicada e exigiu cuidado. A aventura de Capitu virou notícia em jornais como Só Notícia Boa e G1.

“Ela estava muito nervosa e tremendo. Tivemos que ter paciência e confiança para não assustá-la ainda mais. Felizmente, conseguimos trazê-la em segurança”, relatou a tenente.

Capitu não sofreu nenhum ferimento e foi devolvida às suas tutoras, que a abraçaram emocionadas. A cachorrinha também recebeu carinho dos bombeiros, que comemoraram o final feliz da ocorrência.

Karen e Alice afirmaram que vão reforçar a proteção da sacada para evitar novas fugas de Capitu. Elas também agradeceram o trabalho dos bombeiros e a ajuda dos vizinhos.

A tenente Jessica aproveitou para alertar os donos de pets que moram em prédios sobre a importância de colocar vidros ou redes resistentes nas sacadas. Ela disse que casos como o de Capitu são raros, mas podem ter consequências graves.

“É preciso prevenir esse tipo de situação, pois os animais podem se machucar ou até morrer. O ideal é que os donos invistam em uma proteção adequada e não deixem os pets sozinhos na sacada”, recomendou.Veja também este vídeo:

Cachorros flagrados por câmeras fazendo coisas muito erradas

Jornalista formada pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Gosta de livros, animais e é vegetariana.