Com o surto de Coronavírus, cachorros passam a usar máscaras na China

Mesmo sem comprovações de que os animais possam transmitir o vírus, a atitude tem o objetivo de prevenção

A epidemia Coronavírus, cuja preocupação se expandiu a nível mundial, tem despertado cuidado não apenas com os humanos, mas também com os animais.

Embora não existam ainda indícios que animais, especialmente cães e gatos, possam transmitir o vírus, já que, o surto possivelmente tenha se originado em um mercado de animais vivos em Wuhan, na China, é importante saber que a fonte provavelmente foi uma espécie selvagem.

Por precaução, moradores da China aderem o uso de máscaras de proteção aos animais de estimação.

 Fotos: Aly Song/Reuters
Fotos: Aly Song/Reuters

A intenção do uso das máscaras é impedir que os cães possam lamber pessoas ou superfícies infectadas.

A empresa Zhou Tianxiao de Pequim, afirmou que a venda de máscaras para cachorros teve um disparate, já que antes o uso das máscaras era para proteger os cães da poluição do ar. Muito bom, afinal os bichinhos também merecem ser protegidos!

 Fotos: Aly Song/Reuters
Fotos: Aly Song/Reuters

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo.
Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários