Juiz leva cão terapeuta a tribunal para aliviar estresse de crianças vítimas de violência

Com a maioria das vítimas crianças, a atitude visa aliviar os traumas durante os julgamentos

Uma história de empatia e profissionalismo no Condado de Berkeley, na Carolina do Sul, Estados Unidos, ganhou grande repercussão, quando um juiz resolveu levar um cão de terapia ao tribunal.

Com qual propósito? Aliviar o estresse das vítimas juvenis, que passaram por traumas de abuso, negligência e algumas centenas de casos de delinquência juvenil, especialmente casos de crimes sexuais.

A presença do cão tem o objetivo de amenizar os traumas vividos pelas vítimas e a iniciativa é do 23º juiz do Tribunal do Circuito Judicial, Steven Redding.

"É incrivelmente traumático que uma criança vá ao tribunal quando alguém que fez algo com ela está sentado em frente a ela", disse Redding.

Em uma dessas experiências, Redding conta que utilizou um filhote de weimaraner, que, segundo ele, obteve ótimos resultados ao fazer com que os jovens relaxassem, além de terem maior probabilidade de responder às perguntas com mais honestidade.

Os cães, por sua vez, sentem quando uma criança está tensa, ou com medo, e colocam a cabeça no colo delas, trazendo confiança e conforto às vítimas. Além de que, é comprovado que ao brincar com um cachorro, os hormônios de nosso sistema são alterados, liberando oxitocinas. Muito bacana né?!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários