Dois corajosos pit bulls atacam cobra para salvar vida de crianças

Um deles ficou em estado grave, mas felizmente sobreviveu.

Na Flórida, nos Estados Unidos, os cães Paco e Slayer estavam brincando no quintal com as crianças, quando uma cobra venenosa cabeça de cobre apareceu. Os cães imediatamente se colocaram na frente das crianças e, na tentativa de afastar a cobra, começaram a latir, mas o réptil acabou picando os dois pit bulls. Paco na perna e Slayer foi picado no rosto e no focinho.

Ao perceber, a família os levou imediatamente para o hospital veterinário, onde foram medicados para o alívio da dor e receberam antiveneno. Paco, que foi mordido apenas uma vez, recebeu alta. Mas o caso de Slayer era mais grave e acabou piorando.

Foto: Amigos de Frankie
Foto: Amigos de Frankie

O tratamento com antiveneno é muito caro e a família acabou ficando preocupada com os custos, mas tiveram uma grata surpresa. A fundação Os Amigos de Frankie souberam do caso e se prontificaram a ajudar a salvar a vida de Slayer e pagou a segunda dose do antiveneno. Após alguns dias de recuperação, Slayer estava pronto para receber alta.

Foto: Amigos de Frankie
Foto: Amigos de Frankie

“Ele está feliz e está dando muitos e muitos beijos e já pode comer de novo", disse a responsável pelo hospital. Agora já recuperado, esses dois heróis estão juntos novamente.

Apesar do susto, os cães salvaram a vida das crianças, que poderiam não terem resistido ao ataque da cobra. Dignos de receber todo o reconhecimento possível!

Foto: Amigos de Frankie
Foto: Amigos de Frankie

Compartilhe esse post com seus amigos!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo.
Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários