Eu sou o que te espera: o poema de um cão

Eu sou o que te espera…

O teu carro tem um som especial e eu posso reconhecê-lo entre mil.

Os teus passos têm um timbre de magica, eles são música para mim.

A tua voz é o maior sinal de meu tempo feliz, e às vezes, não é necessário mencionar: ouço a tua tristeza.

Se vejo tua alegria, me faz feliz!

Não sei o que é cheiro bom ou mau, só sei que o teu cheiro é o melhor.

De algumas presenças às vezes eu gosto. Outras, nem tanto.

Mas a tua presença é o que move os meus sentidos.

Tu acordas, eu acorda!

O teu olhar é um raio de luz quando percebo o seu despertar…

As suas mãos sobre mim têm a leveza da paz.

E, quando você sai, tudo é vazio outra vez…

E volto a esperar sempre e sempre…

Pelo som do seu carro;

Por os teus passos;

Por tua voz;

Pelo teu estado sempre constante de humor;

Por teu cheiro;

Pelo teu repouso sob minha vigília;

Por teus olhos;

E sou feliz assim.

Eu sou o que te espera:

Sou teu cão!!!

Comentários