Logomarca Amo meu PET

Idosa vence batalha na justiça pela guarda de Leco, papagaio que ela cuida há 36 anos

Por
em Mundo Animal

Em 2020, após uma longa batalha na justiça, a costureira Maria de Lourdes Oliveira, de 74 anos, conseguiu manter a guarda de Leco, um papagaio-verdadeiro que foi adotado por ela há mais de 30 anos.

Dona Maria alegou que a ave era como um ‘filho’ pra ela. São três décadas de convivência.

Na ação, o Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Estado de São Paulo queriam apreender o papagaio porque ele estava vivendo fora de seu habitat natural.

Ciente de que poderia perder Leco para sempre e ainda ser multada, a costureira recorreu à Justiça Federal, que decidiu o processo em seu favor.

Para o juiz Décio Gabriel Gimenez, da 3ª Vara Federal de Santos, “Ibama e Estado deverão promover, no âmbito de suas respectivas competências, os atos necessários à regularização da guarda do papagaio, em favor da autora da ação”.

Além disso, as duas entidades não podem apreender o animal, tampouco aplicar sanções à dona dele.

Em sua decisão final, o magistrado levou em conta principalmente o relato de Dona Maria, 74, que disse que Leco é como um filho pra ela.

“O nível de bem-estar, físico e psicológico, do animal seria mais afetado na hipótese de perda da convivência com a autora”, disse uma médica veterinária que vistoriou o apartamento onde os dois moram.

Para ela, o papagaio-verdadeiro, nativo da fauna silvestre brasileira, está bem tratado e adaptado ao ambiente em que vive, não tendo condições de ser introduzido ao habitat após tanto tempo vivendo com sua humana.

O laudo de vistoria apontou também que a alimentação oferecida à Leco é muito positiva: frutas, cenoura, milho, talos de espinafre, sementes de girassol e ração.

Leco está em boas mãos!

Assista também o nosso Jornalzinho Amo Meu Pet:

O caso do cachorro que faz yoga e mais notícias de bichinhos

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.