Mulher cega sofre preconceito em ônibus por seu cão-guia ser preto

Muitos de nós levam em consideração como os cães-guia auxiliam seus tutores- atravessando a rua, entrando no elevador ou ouvindo uma campainha. Tantas pessoas confiam nesses cães extraordinários para viver vidas simples - como é o caso de Megan Taylor, de 22 anos.

Recentemente, Megan entrou no ônibus com seu fiel cão-guia, Rowley. Não demorou muito até que uma rude passageira se intrometeu e ordenou que ela "tirasse o cachorro de lá".

Muitas pessoas ignoram os cães-guia - como devem ser tratados ou para que são usados. Esta passageira em particular, no entanto, parece ser uma das pessoas mais ignorantes que encontramos.Megan, do Reino Unido, disse que, assim que entrou no ônibus, uma mulher se aproximou dela e rudemente declarou: “Por que há um cachorro no ônibus? Tire isso. ”Megan, compreensivelmente em choque, tentou explicar calmamente à mulher ignorante que Rowley era seu cão-guia.A mulher retrucou e disse que era uma mentirosa, "cães-guia são labradores amarelos e seu cachorro é preto", eram suas palavras ridículas.

“Eu tentei explicar a ela que os cães guias e assistentes podem ser de qualquer cor e não precisam ser labradores, embora Rowley seja. Ela me disse que eu estava errada”, disse Megan ao Echo.
“Eu decidi que não havia nada que eu pudesse dizer para educar essa mulher e que não valeria a pena. Em vez disso, decidi ignorá-la enquanto ela continuava a falar bobagens.

História revoltante de desrespeito a uma deficiente visual e a um animal. A arrogância humana muitas vezes extrapola os limites.

Comentários

Mais em Notícias