Gatinha de rua conforta enfermeiro cansado após 12 horas de plantão e cena viraliza

Por
em Notícias

Ahmed Flaty é um jovem aspirante à enfermeiro que precisa lidar com o peso de uma pandemia que já ceifou a vida de quase 1,3 milhão de pessoas em todo o mundo.

Não é uma tarefa fácil, mas o rapaz assumiu tal responsabilidade e deseja se formar logo para ajudar o máximo de pessoas que estiverem ao seu alcance. Ele faz estágio em um hospital do Egito, no nordeste africano, país que acumula 6 mil mortes pelo vírus.

Companhia ilustre

Quando Ahmed faz uma de suas raríssimas pausas, ele sai para pegar um pouco de sol e tentar relaxar. Há alguns dias, o jovem estava sentado na porta do hospital quando uma gata de rua se aproximou dele. Era quase como se ela soubesse que o enfermeiro precisava de algum conforto após tantas horas de trabalho.

Um consolando o outro

“Eu estava sentado para conversar com um amigo meu em frente ao hospital onde fazemos nosso estágio, enquanto falava com ele, uma gatinha se aproximou de mim”, disse Ahmed ao The Dodo. “[Ela] não miou nem nada – apenas olhou para mim, subiu no meu colo, olhou para mim um pouco e depois dormiu.”

É provável que tanto Ahmed quanto a felina precisassem igualmente de um pouco de conforto.

“Animais de rua no Egito são geralmente muito maltratados”, disse o jovem. “Então, um gatinho ou um cachorro abordando um humano dessa maneira, especialmente quando não havia comida envolvida, é muito estranho.”

Melhor momento do meu ano até agora’

O momento fofo durou cerca de 15 a 20 minutos, até o enfermeiro em treinamento precisar retornar ao trabalho. Quando a gatinha decidiu que sua tarefa estava feita, ela mesma se levantou e foi embora.

Ahmed conta que ficou melhor com o ‘chamego’ surpresa e preparou para voltar ao hospital e enfrentar o que viesse a seguir.

“Eu estive no turno de 12 horas continuamente por 20 dias seguidos, mas aquele gato fez tudo parecer nada”, disse o rapaz.

Agora, ele quer adotar um cão ou um gato, mas sua agenda lotada ainda não permite que ele consiga fazer isso; enquanto o estágio não acabar, Ahmed precisará se contentar com a lembrança daquela gata.

Ele não viu a pequena perdida nos dias desde a sessão de aconchego, mas sempre que ele está fora de uma folga, ele está sempre à procura dela.

“Honestamente, foi realmente o melhor momento de todo o ano até agora”, disse.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.