Tal pai, tal filho: semelhança de dono e seu cachorrinho conquista o Instagram

Por
em Notícias

O artista e cuidador de cães Topher Brophy, de Nova York (EUA), virou meio que sem querer uma sensação do Instagram há alguns anos graças às fotos sensacionais que tira com o seu cãozinho Rosenberg.

Tutor e cachorro são surpreendentemente parecidos. E para realçar essa semelhança, eles usam roupas que combinam e aproveitam o ângulo e o cenário de fundo para brincar ainda mais com o fato de serem parecidos em todos os aspectos - dos pelos ao semblante do rosto e sorriso.

“As pessoas viviam nos dizendo que éramos parecidos”, disse Brophy. "No início, vestíamos roupas combinando como se fosse uma piada ... isso claramente trouxe sorrisos aos rostos [das pessoas]".

Só que a piada ficou bem séria à medida que o perfil do artista estourou nas redes sociais, alcançando mais de 200 mil seguidores e centenas de milhares de curtidas e reações.

Aparências à parte, Brophy carrega uma bela história de amizade e acolhimento de Rosenberg. Segundo o site Bored Panda, há cinco anos, o artista estava passando por um momento difícil e a adoção do cãozinho virou sua vida de cabeça para baixo.

Se antes Brophy se sentia vazio e deprimido por dentro, lutando contra vícios e sem conexões emocionais, hoje ele está completamente renovado.

"Ao colocar continuamente as necessidades de Rosenberg antes das minhas, fico mais autoconsciente e constantemente focado em fazer outras pessoas felizes. Tendo um filho, agora sinto uma conexão com todos os seres vivos do mundo", disse.
"Nossas personalidades são na verdade mais parecidas do que nossa aparência", acrescenta Brophy. "Rosenberg e eu nos consideramos muito sortudos por nos encontrarmos e [estamos] na missão de espalhar amor, compaixão, bondade e compreensão para o maior número possível de pessoas."

Confira mais fotos da duplinha abaixo:

1.

2.

3.

4.

5.

6.

7.

8.

9.

10.

11.

12.

13.

14.

15.

16.

17.

18.

Por que os pets têm comportamentos parecidos com os donos?

Há embasamento científico para a crença popular de que o cachorro desenvolve uma personalidade semelhante a do dono após anos de convívio.

Se o seu jeito de ser é brincalhão, nervoso ou agitado, provavelmente seu cãozinho deve ser - ou tende a ser - também.

Quem afirma isso são os pesquisadores da Universidade de Viena, que realizaram um interessante estudo que descobriu que cães podem “herdar” algumas características de seus donos.

Em outras palavras, animais que vivem com pessoas neuróticas, por exemplo, têm menos capacidade de lidar com o estresse. Aqueles que foram acolhidos por tutores ‘zen’, são mais propensos a serem relaxados e amigáveis.

“As pessoas esquecem que os bichinhos nos observam e nos estudam para aprender a se comportar, principalmente em ambientes novos”, explicou Carolyn Menteith, especialista em comportamento de cachorros, ao portal Daily Mail. “Quanto mais confiança demonstramos, mais segurança passamos ao cãozinho”, pontuou.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.