‘Não houve sofrimento animal’, diz irmã de Ju Paes sobre fantasia da atriz

A atriz Juliana Paes foi alvo de críticas nas redes sociais por conta da fantasia que utilizou no desfile da escola de samba Grande Rio, na Sapucaí, no último domingo, 3.

Pelo Instagram, a atriz Claudia Raia e o ator Dado Dolabella, entre outros artistas, criticaram Juliana pela escolha de uma fantasia que utiliza componentes de origem animal nos adereços e na vestimenta.

“Representam uma sociedade que clama por paz e amor causando o inferno na Terra”, afirmou Dolabella, que advoga pelos direitos dos animais há algum tempo.

A irmã de Juliana, Rosana Paes, saiu em sua defesa e desabafou: “Quem conhece a Juliana de perto como eu, sabe como ela é uma pessoa do bem e ama as plantas, os animais, a natureza e tudo o que é mais divino. Resolvi escrever porque vejo como minha irmã ama o carnaval e se dedica dentro de tantos outros afazeres para trazer alegria e luz na vida tão dolorida do nosso povo”, publicou no Instagram.

Mesmo após um post de resposta da atriz logo após o fim da apresentação, as críticas continuaram. Entre os comentários de seguidores de Juliana Paes, alguns a acusaram de ter aceitado passivamente a morte de dezenas de aves para a montagem do figurino.

No entanto, num post publicado na quinta-feira, 7, Rosana voltou a esclarecer: “A cabeça de sua fantasia foi uma réplica com materiais reformados que entrariam em descarte não fosse a recuperação, portanto, não trouxe sofrimento a nenhum animal e trouxe somente a beleza e alegria que é a proposta do carnaval. Vamos buscar todos ser mais conscientes sim. Nosso planeta precisa desse cuidado, mas vamos buscar também a verdade e responsabilidade nas palavras e atos em primeiro lugar”, alfinetou.

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários