Cão caramelo picado por cobra se anima ao rever sua casa após 11 dias internado; vídeo

Por
em Cães

Todos sabemos que é necessário tomar muito cuidado com as cobras, pois, dependendo da espécie, seu veneno pode ser letal.

Infelizmente, um cãozinho chamado Costelinha não fazia ideia do perigo que estava correndo ao se aproximar do réptil.

O pet estava brincando no sítio onde vive em Brodowski, município de São Paulo, quando foi picado pelo animal.

Seu dono, sem condições financeiras para levar Costelinha ao Hospital Veterinário, contou com a ajuda de doações para realizar o tratamento.

O canino chegou ao hospital apenas um dia depois de ser picado pela cobra. Em entrevista à Record TV a veterinária, Jéssica Ferreira, conta que o animal chegou muito mal e com falta de ar por conta do edema no pescoço.

A profissional divulgou o caso nas redes sociais e conseguiu arrecadar cerca de R$ 2.000,00.

O valor foi usado para fazer todos os exames e comprar os remédios necessários para realizar o tratamento.

A campanha também rendeu doações de alimentos e roupas para o senhor, além de pacotes de ração para o vira-lata.

Costelinha acabou ficando 11 dias internado, mas se recuperou e já está bem ao lado de Venâncio Andrade, o seu tutor. A reportagem exibida pela emissora no dia 11 de outubro mostra o retorno do animal ao ser lar.

Quando o cãozinho chega perto do sítio e reconhece o lugar, começa a se animar. A felicidade fica ainda maior ao ver Venâncio que o aguarda cheio de saudade.

Apesar do susto os dois estão bem e o dono já avisou que vai colocar uma cerca para evitar que Costelinha seja picado por outra cobra.

Confira a reportagem:

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.