Esse cão só consegue dormir se ficar com seu cobertorzinho ou um brinquedo

Por
em Notícias

Quando Bentley chegou pela primeira vez em sua nova casa, ele tinha dois bens valiosos: um cachorro de pelúcia e um cobertor bronzeado.

Esses dois itens carregavam o cheiro da mãe e dos irmãos - mas mesmo depois do cheiro passar, continuava precioso para o filhote. Quando chegava a hora de relaxar e ir para a cama, Bentley pegava um desses dois itens e saía feliz.

Agora, com quase 2 anos de idade, a obsessão de Bentley por seu cobertor evoluiu para um adorável ritual noturno.

"Acho adorável e peculiar que ele traga coisas com ele para que não nos importemos", disse Kelly Madsen, a mãe de Bentley, ao site The Dodo. "Na verdade, nós esperamos isso."

Embora não seja necessariamente confortável para os pais terem os itens extras na cama, pelo menos o bom menino não faz bagunça. "Ele também costuma levar o item de volta pelas escadas pela manhã", observou Madsen.

O cobertor e o cachorro de pelúcia de Bentley agora estão rasgados com a idade, então o filhote começou a procurar por companheiros de cama. Ele agora traz qualquer item que ele está mais enamorado no momento.

Cada fase durará cerca de uma semana e, em seguida, o filhote estará em busca de um novo parceiro de cama.

Fonte: The Dodo

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

23 anos, redatora freelancer. Premiada em 2015 na faculdade com o melhor planejamento de mídia e em 2016 com o melhor TCC da sala. Os projetos de redação vieram com o tempo. Passou pelos sites "Bolsa de Viagem", "Transportal Turismo", "Portal Marketing" entre outros sendo redatora web. Amante de filmes e séries, feminista e militante, escuta um bom rock clássico nas horas vagas enquanto escreve crônicas e textos para o blog "Entre Linhas". À procura do sucesso!