Logomarca Amo meu PET

Turista se apaixona por cachorro caramelo em Manaus e o leva para a Holanda

Batista estava disponível para adoção em um pet shop de Manaus quando foi adotado por turista que visitava a cidade

Por
em Cães

Um cachorro que era de rua de Manaus ficou conhecido após ser adotado por um casal de turistas e, a partir de agora, seu novo lar fica na Holanda.

O fato aconteceu após um estrangeiro holandes visitar o estado do Amazonas.

Foi quando ele e sua noiva, Ana Fagundes, viram o canino em uma vitrine disponível para adoção no terceiro dia que estavam em Manaus.

Batista, como foi chamado o animal, foi resgatado pela Associação Portal dos Anjos Manaus (Apam).

Seu nome tem origem no fato de ter sido abandonado no cemitério São João Batista, no centro da cidade de Manaus.

Sem pensar duas vezes, Roni Zijlstra e sua noiva decidiram levá-lo consigo.

"Foi um amor de imediato. Meu noivo olhou pra ele e viu que ele estava triste, como se ele dissesse 'me adota' e se apaixonou por ele. A gente então pediu para a veterinária tirar o cãozinho de lá para que a gente pudesse ter um primeiro contato com ele”, explicou Ana em entrevista ao G1.
“No início, quando a gente chegava perto dele, ele tremia de medo. Deve ser porque ele já era traumatizado com o que passou na rua, mas depois ele foi se acostumando", acrescentou ela.

O casal correu atrás da documentação necessária tanto para a adoção, como para a viagem até a Holanda.

"Eu expliquei pra ele que o animal estava para adoção e eu logo perguntei dele "Como você vai levar esse cachorro pra Holanda?". Ele disse que tudo ia dar certo, que a gente ia dar um jeito", contou Ana.

A viagem do canino foi longa. De Manaus se deslocou até São Paulo, de avião seguiu até a França e por fim chegou até a Holanda.

Na rede social Carol Façanha, uma das amigas do casal, compartilhou a chegada de Batista de avião e o post viralizou.

Ao chegar em seu novo país, no último fim de semana (18), Batista conheceu seu irmão que já vivia com Roni.

"Ele vive uma rotina muito feliz. Só o fato dele salvar e tirar esse cachorro da rua é uma satisfação enorme", finalizou Ana.

Veja também:

Animais que resolveram aprontar no Natal

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.