Logomarca Amo meu PET

Cadela pinscher que mexeu com cobra e ficou com rosto inchado se recupera após picada

Por
em Cães

Pink é uma cachorrinha da raça pinscher que precisou passar por um intenso tratamento, após mexer com quem não devia: uma cobra.

A cachorrinha chegou com o rosto inchado até a médica veterinária Giana Kelly Barreto, depois de ela e seus dois irmãos se aproximarem de uma cobra.

O fato aconteceu no dia 26 de novembro e, na época, Giana mostrou em sua conta no TikTok a situação em que a cachorrinha se encontrava.

“Estão em tratamento e responderam muito bem. Espero que tenham aprendido a lição”, diz um texto no vídeo.

Com o rosto bem menos inchado e conseguindo se alimentar sozinha, poucos dias depois Pink pode voltar para casa.

Já no dia 20 de dezembro, a médica veterinária postou outro vídeo contando que a pinscher estava recuperada e cheia de saúde.

“A Pink está aqui para dizer a todos que ela está bem, está totalmente recuperada da picada da cobra”, contou Giana.

A visita à clínica foi para verificar se estava tudo bem com ela e para castrá-la.

“A titia me castrou pra ver se eu fico um pouco menos curiosa, porque dos três irmãos, eu fui a mais corajosa e a primeira que foi na cobra”, brincou a médica veterinária.

O vídeo foi visto por mais de 17,4 mil pessoas.

“Parabéns Dra. Gika. Deus te abençoe com esse coração bondoso”, comentou Maurício.
“Deus abençoe e ilumine sempre”, disse Raila.
“Que bom que ela está bem. Graças a Deus”, pontua um internauta.

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.