Conheça Floppy, um porco que vive feliz ao lado de família que o salvou do pior destino

Por
em Mundo Animal

Um porco sem perspectiva de vida mostrou que tudo é possível com o amor.

O porquinho Floppy nasceu no dia 18 de janeiro, na Virgínia Ocidental (EUA). Sua vinda não foi motivo de alegria, pois nasceu com síndrome de sacudir a cabeça (um tremor que não pode ser controlado), e por conta do estado de saúde, os veterinários indicaram a eutanásia.

A medida drástica foi tomada porque o filhote não conseguia andar e nem se amamentar, sua perspectiva de vida era de uma semana.

Mas nem todos acreditavam nesse diagnóstico! Chelsey Weaning, cunhada da dona do porco, ao saber do caso, logo tratou de interceder pela vida do animalzinho, levando-o para sua casa e cuidando-o 24 horas por dia.

A família ficou surpresa com sua atitude, pois Chelsey, nada sabia sobre suínos. Mas ela pouco se importou com o que pensavam, sua única certeza era salvar aquele serzinho.

"Minha cunhada odiava a ideia da eutanásia, meu marido e eu estávamos determinados a deixar esse porquinho viver sua vida, mesmo que por pouco tempo", disse Chelsey ao Bored Panda.

Floppy não demorou a se acostumar com as mordomias da nova casa, onde era alimentado com mamadeira a cada 3 horas e com todo o conforto de que precisava. A intenção de Chelsey e o seu marido era que ele ficasse algumas semanas até que se fortalece para então se mudar para um santuário de animais.

Os dias passaram e Chelsey e Floppy formaram um vínculo muito especial, e a partir disso ela percebeu que o porquinho faria parte da família, levá-lo para o santuário não era uma opção.

O porquinho que não conseguia caminhar, agora se locomove livremente por toda a casa, conhece cada cantinho do seu lar e sabe que é muito amado por todos.

“Ele aprendeu a subir e descer escadas, abrir portas, adora petiscos, massagens na barriga e brincar na piscina. Nós o levamos para passear na coleira todos os dias. É tão especial e diferente de muitos outros porcos."

Floppy provou que o amor vence tudo, pois para quem tinha dias de vida, superou as expectativas e vive plenamente feliz com sua família. Tendo como irmãos adotivos (dois cachorros e dois gatos), que são seus melhores amigos, e passam muito tempo compartilhando aventuras e travessuras.

E um dos seus irmãos é a Kona, a cadela mais velha da casa, que assumiu o papel de mãe de Floppy, desde que chegou, protegendo-o de qualquer perigo.

A história desse porquinho ganhou grande notoriedade que a família criou um negócio, Floppy and Friends , e os lucros são doados para diferentes abrigos de animais. Além de ter um perfil no Instagram com mais de 9.500 seguidores.

E se você desejar acompanhar o dia a dia desse nada pequeno bichinho de estimação, clique aqui.

Veja também:

Cachorros e gatos que salvaram vidas humanas