Logomarca Amo meu PET

Porquinho e galinha adotados por santuário de animais se tornam melhores amigos e não se desgrudam

Ambos adoram passar o tempo juntos, seja dormindo, comendo ou apenas aproveitando a companhia.

Por
em Mundo Animal

Um porco chamado Francisco chamou atenção no santuário Tribe Animal Sanctuary, em Carluke, Lanarkshire, na Grã-Bretanha ao fazer amizade com uma galinha chamada Alice. Geralmente esses animais de fazenda convivem bem juntos, mas o diferencial nesta história é que esses dois em específico preferem ficar na companhia um do outro do que com a própria espécie.

Francisco pertencia a uma família local e foi comprado de presente de aniversário para uma menina de quatro anos, mas depois de crescer mais do que o esperado pelos antigos proprietários foi deixado na instituição de preservação animal. Já Alice foi resgatada de um abatedouro junto com outras 60 galinhas.

A amizade dos dois começou quando Francisco se recusou a ficar do lado de fora junto com os outros porcos, como havia sido domesticado e criado dentro de casa, era onde preferia dormir, sendo assim Morag Sangster, que administra o santuário, disse ao Express.co.uk que decidiu deixá-lo em local coberto, pois era inverno e o porco chegava a encostar a barriga no chão e no frio. Acreditava-se que com o passar do tempo Francisco se juntaria a sua espécie, mas isso nunca aconteceu.

 

Apesar de ficar separado dos demais, por livre e espontânea vontade, o porco não fica sozinho, após Alice chegar ao local precisou ser separada das demais galinhas, por questão de afinidade, quando todas foram confinadas para evitar a gripe aviária até o final da primavera.

“As galinhas podem ser muito difíceis umas para as outras As outras galinhas atacavam Alice e não a deixavam comer, então nós a mudamos para o conservatório”, explicou o diretor.

Foi assim que a amizade surgiu. Hoje em dia os dois são inseparáveis. “Francisco é muito amigável e sempre se relaciona com outros animais que vêm morar no conservatório. Então ele é amigo de Alice porque ela está na sala, e eles apenas passam o tempo juntos, comem juntos, e Alice fica em cima dele. Ele gosta da sensação dos pezinhos dela nas costas dele. É como ser arranhado um pouco”, acrescentou. 

O homem acredita que após o término da confinação para evitar a gripe, Alice não irá querer deixar Francisco e se juntar às demais aves.

O santuário também abriga quatro cães, três burros, sete cabras, cinco gansos e cinco perus, além de 60 galinhas.

“Gostamos de ver os animais como criaturas divertidas, não há diferença entre animais de estimação e gado”, finalizou Morag disse.

O santuário possui um perfil no instagram com mais de 4 mil seguidores.

Confira no vídeo abaixo um pouco dessa inusitada amizade:

Assista também o nosso Jornalzinho Amo Meu Pet:

O caso do cachorro que faz yoga e mais notícias de bichinhos

Estudante de jornalismo na Universidade de Passo Fundo (UPF). Gosta de livros, animais e é vegetariana.