Logomarca Amo meu PET

Mulher adota gatinho e se surpreende quando seus cães o aceitam na família; vídeo

A tutora teve medo da reação dos cães mas tudo correu bem.

Por
em Comportamento

A nails designer, manicure e pedicure Silvia Ferraz, moradora de Taubaté, São Paulo, não imaginava que ao publicar um vídeo no Tik Tok no dia 18 de novembro do ano passado iria trazer tanta repercussão ao contar uma novidade aos seus seguidores, a adoção de um filhote de gato. O felino todo branco com apenas uma manchinha de pelo preto no topo da cabeça foi batizado de Gudão.

Silvia publicou o vídeo contando que ficou com medo de que seus cães, Luna, uma border collie de 4 anos e 10 meses e Vida Loca um macho, SRD de 5 anos, ‘engolissem’ o felino. Até novembro de 2021, esses eram os únicos animais de estimação da manicure. 

 

De acordo com Silvia, a adoção ocorreu rápido e pela internet, quando o gatinho chegou em sua casa estava debilitado, com muitos vermes e pulgas, além do tratamento para os parasitas, a tutora também precisou fazer uma adaptação com seus cães, deixando o gatinho passear pela casa sem a presença dos cachorros e depois soltando os cães para sentir o cheiro do gato, sem a presença do filhote no local. 

“Isso durou cerca de 4 dias. No 5º dia, eu deixei eles se verem pelo portãozinho. Os cachorros já estavam bem mais calmos e acostumados. No 6º dia eu fiz o contato físico deles”, explicou Silvia em entrevista ao Amo Meu Pet

E após toda a adaptação e finalmente a concretização da amizade, uma nova surpresa! Silvia estava visitando a sogra quando encontrou uma felina filhote abandonada em um terreno baldio, não tinha outra opção se não adotá-la também, então começou um novo processo para que a Acetona, como foi batizada, pudesse ser inserida à rotina dos outros animais da casa. 

“Eu tinha medo do Gudão não aceitar. Foram uns 3 dias de adaptação, ele amou ela! Mas ela é meio ressabiada com outros animais. E aí aos poucos ela foi fazendo esse elo com o Gudão e hoje, são o terror daqui de casa. Ela não é de brincar com os cachorros não, mas eles convivem na paz”, acrescentou a tutora.

Atualmente Silvia sente que a família está completa, como deveria ser! Dois cães e dois gatos que convivem muito bem e adoram uns aos outros. 

“Na verdade, eles são minha vida! Pq tudo que eu faço é pensando neles, trabalho pra conseguir dar uma vida digna para eles. Independente da minha situação eles estão aqui comigo e não me abandonam nunca! Eles não saíram de mim, mas foram feitos pra mim”, finalizou.

Confira os vídeos sobre a adoção e adaptação abaixo: 

Estudante de jornalismo na Universidade de Passo Fundo (UPF). Gosta de livros, animais e é vegetariana.