Conheça Ellie, a gata que surpreendeu a internet ao mudar de cor

A gatinha super fofa já conta com mais de 100 mil seguidores nas redes sociais.

Por
em Gatos

Uma gatinha com vitiligo - uma doença caracterizada pela perda da coloração da pele -, tem ganhado o coração de internautas e não só pela sua aparência, mas também por sua personalidade.

A pequena se chama Ellie e foi adotada junto da sua irmã, Rosie, logo após nascerem, em abril de 2016. Nicole é a mulher que as adotou e juntas vivem em Heidelberg, na Alemanha.

Atualmente, as felinas têm cinco anos, mas o processo para se tornarem lindas gatinhas foi um pouco doloroso, pois foram adotadas em péssimas condições, vindas de uma casa decadente e sofrendo de ácaros nas orelhas.

O amor e a determinação de Nicole em salvar as duas vidinhas fez com elas crescessem saudáveis e felizes, e agora, a única preocupação das peludinhas é brincar, se aconchegar no sofá e correr atrás de braçadeiras pela casa. E para Ellie, felicidade também é sinônimo de irritar a irmã.

Ao adotá-las, as duas tinham pelagem preta com branca, mas após um ano de convívio, a alemã começou a perceber manchas brancas no corpinho de Ellie, enquanto o pelo preto de Rosie permanecia o mesmo.

O tempo foi passando e as manchas aumentando, foi quando Nicole começou a se perguntar se Elli era como Scrappy, outro gato com vitiligo que ela tinha visto na internet. E como imaginava, o veterinário confirmou a sua suspeita.

Um amigo sugeriu que a alemã abrisse uma conta no Instagram para compartilhar o dia a dia de Ellie para mostrar como é a vida de um gatinho com vitiligo, ela gostou da ideia e assim o fez. Hoje, a gatinha tem um perfil com mais de 118 mil seguidores.

“Não achávamos que a conta iria crescer tão rápido”, disse Nicole ao Living Dappled, que ficou surpresa ao ver o amor que Elli ganhou na internet. “Tornar-se 'famoso' não era nossa intenção.”

O primeiro post foi uma foto mostrando o pelo preto da gatinha pré-vitiligo. A partir daí, a tutora passou a postar fotos para mostrar a progressão do vitiligo na pelagem de Elli, agora, a gatinha é mais branca do que preta.

“Queríamos mostrar que o vitiligo pode ser algo fantástico que torna alguém único”, disse Nicole sobre o início da conta para Elli. “Eu a amo de todas as maneiras que ela é e se tornará", finalizou.

E se você deseja acompanhar essa peludinha nas redes sociais, clique aqui.

Veja também este vídeo do nosso canal:

Amizades encantadoras entre pets e bebês