Logomarca Amo meu PET

Conheça Red, um gato vesguinho da raça Maine Coon que conquistará seu coração

Por
em Gatos

Rebecca Hardy é a tutora de uma felina de dois anos da raça Maine Coon chamada Mahri.

No dia 18 de dezembro do ano passado a fêmea deu à luz a 7 filhotes, deixando Rebecca emocionada com a chegada de bebês na família.

Tudo estava indo conforme o esperado, porém quando os gatinhos começaram a abrir os olhos, a mulher de 27 anos percebeu que todos possuíam uma condição genética, o estrabismo.

Todos aparentavam possuir as pupilas voltadas para dentro em direção ao nariz.

Mas para a felicidade de Rebecca, seis deles voltaram ao normal, conforme foram se desenvolvendo e os músculos se fortalecendo, exceto de Red, que permaneceu vesgo. 

“Eles abriram os olhos com cerca de uma semana e meia de idade e todos os gatinhos estavam vesgos, pois os músculos não se fortaleceram o suficiente. Não é muito comum, mas não é perigoso, é muito fofo e já vimos isso em nossa outra ninhada também. Foi apenas por volta da sexta ou sétima semana que percebemos que os olhos desse garotinho não iam endireitar, todos os outros endireitaram por volta da quarta semana”, contou a criadora da raça ao Metro.co.uk.

 

Apesar da condição genética, o felino é o mais engraçado da ninhada e o mais divertido, de acordo com a tutora ele também foi o que mais cresceu, com cerca de 12 semanas de idade já possui 2,2 kg.

As chances são de que o estrabismo permanece pelo resto da vida de Red, mas nada o impede de ter uma vida saudável e normal como a dos irmãos.

“Se eu entrasse na sala e tocasse em outro gatinho, ele estaria gritando comigo. 'Se eu me abaixasse na frente dele, ele pulava nas minhas costas e ficava no meu ombro quando andava como um papagaio. Por mais que sejam todos perfeitos aos nossos olhos, se você o visse entre seus irmãos de ninhada, ele era o mais engraçado”, acrescentou Rebecca.

Além disso, o felino foi o primeiro da ninhada a conseguir adotantes responsáveis.

Veja também este vídeo do nosso canal:

O pássaro que canta 'Meu Pintinho Amarelinho' e mais no Jornalzinho Amo Meu Pet | Com Pépe Bonner

Estudante de jornalismo na Universidade de Passo Fundo (UPF). Gosta de livros, animais e é vegetariana.