Logomarca Amo meu PET

Estátua de cachorro labrador chama atenção de pedestre e história emocionante é revelada

Por
em Cães

Tem vezes que estamos tão distraídos que não percebemos o nosso entorno e Alice Fay por várias vezes cruzou a Commonwealth Avenue, uma bela rua arborizada em Boston, Massachusetts, Estados Unidos, e nunca havia percebido uma estátua no pátio de uma residência.

O monumento se tratava de um cão, em tamanho real, com a sua cabeça entre a cerca, como se estivesse cumprimentando quem ali passasse e ao seu lado uma bola. Encantada, parou para observar.

“Eu estava conversando com minha irmã que mora em um estado diferente enquanto passei por lá”, disse Fay ao The Dodo. “Olhei e engasguei e parei de falar. Eu me virei e voltei e disse: 'Tem esta estátua aqui, e é a coisa mais fofa que eu já vi!'”

A mulher acreditou que se tratava de um memorial para um animal de estimação perdido, e temia chorar se essa fosse a real história. E com vergonha de bater na porta do proprietário da casa para questioná-lo, tirou algumas fotos e postou num grupo do Facebook, afim de obter respostas.

Descobriu-se que o cãozinho era uma cadela e que se chama Piper, da raça labrador, e que pertence ao casal Anne Lovett e Steve Woodsum. Os tutores querendo homenageá-la decidiram colocar a estátua no quintal.

"Queríamos adicionar algo ao nosso jardim da frente", disse Lovett ao WGBH. "Algo que seria um pouco único e visualmente interessante para as pessoas que passassem por lá. Algo, mais ou menos, como uma pequena surpresa."

A decisão foi tomada em 2006, e para executar a obra o casal chamou o escultor Jim Sardonis. Antes de começar, o homem foi conhecê-la, e quando chegou na casa a peludinha o cumprimentou enfiando a cabeça pela cerca, e foi aí que soube que aquela era a pose perfeita para capturar a personalidade amigável de Piper.

“Desci para tirar fotos do cadela e saímos para este pequeno jardim da frente e a primeira coisa que o cachorro fez foi colocar a cabeça na grade”, disse Jim ao The Dodo.

Adicionar a bola de tênis foi ideia de Lovett. 

"Piper adora perseguir bolas de tênis", explicou Lovett ao WGBH. "Eu senti como se fosse um pouco de sorte que as pessoas não percebessem na primeira ou na segunda vez, mas talvez na terceira vez elas o veriam."

Já são 16 anos que a estátua de Piper cumprimenta todos aqueles que cruzam a calçada, tornando os dias de quem a vê um pouco mais alegre.

“Tornou-se um ícone instantâneo, aparentemente. Especialmente com as crianças passando", disse Sardonis. "Eles gostariam de acariciar a cabeça dela, e isso mostra um pouco disso no desgaste da pátina escura para o bronze brilhante por baixo."

Para alívio da Alice a estátua não era um memorial e sim uma homenagem a um serzinho que só fez bem a sua família.

“Isso me fez sentir bem que ela ainda estava viva quando eles fizeram isso”, disse Fay. “Isso me fez pensar por que ninguém nunca tinha feito algo assim. Foi bonito."

A cadelinha faleceu no ano passado, mas sem dúvidas está bem viva no coração de sua família.

Veja também este vídeo do nosso canal:

O pássaro que canta 'Meu Pintinho Amarelinho' e mais no Jornalzinho Amo Meu Pet | Com Pépe Bonner