Logomarca Amo meu PET

Cachorro de criança detido em aeroporto causa comoção nas redes sociais

Por
em Notícias

Na quinta-feira, 26 de maio, um cachorro europeu chamado Coco aterrissou em Buenos Aires, na Argentina, com algumas irregularidades. O animal estava com a vacinação incompleta, protocolo exigido em alguns países no caso de viagens. O caso veio à tona nas redes sociais quando autoridades cogitaram a possibilidade de deportar o cão. 

O animal estava viajando com o tutor, Franco Gavidia, jogador argentino de handebol que jogou pelo espanhol Antequera até janeiro passado, quando assinou com o húngaro SBS Eger. 

O atleta estava voltando da Hungria, e trazia o cão junto pois sua filhinha o havia adotado, a criança mora na Argentina. O pai estava levando o pet para a filha. A família decidiu deixar a Hungria após a guerra da Ucrânia com a Rússia ameaçar estados vizinhos.

Porém, ao chegar no país de destino, descobriu-se que o animal não estava de acordo com os protocolos sanitários. Então, iniciou um movimento nas redes sociais chamado ‘Free Coco”, que significa libertar ou deixar livre o cachorro.

 O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) do país sul-americano informou em comunicado que o cão chegou sem sua certificação sanitária e sem a proteção antirrábica correspondente.

O apelo gerado por internautas foi tão grande que fez a Senasa mudar de decisão, e deixar o animal no país. Porém a condição estabelecida foi que ele deverá ser vacinado e permanecer em quarentena no aeroporto durante 10 dias, com todos os cuidados e alimentação necessária.

Após esse comunicado, o jogador deu uma entrevista e agradeceu a todos que aderiram a hashtag Free Coco. Essa mobilização foi essencial para que o pet possa ficar na Argentina e principalmente, encontrar a criança que espera ansiosamente por ele. 

"Agradeço a todos que me ajudaram. Para mim, Coco é mais um membro da minha família", disse Gavidia em declarações ao Canal 13 da televisão argentina.

Veja também este vídeo:

CACHORROS e GATOS que interromperam jornalistas

Estudante de jornalismo na Universidade de Passo Fundo (UPF). Gosta de livros, animais e é vegetariana.