Cachorra perde olhos por negligência, mas ganha o amor de uma família

Felizmente, há pessoas muito solícitas no mundo, que não se poupam em demonstrar que o amor é capaz de fazer milagres, ajudando os inocentes a superar as adversidades do dia a dia e permitindo que estes sejam felizes.

Puddin é uma cachorrinha adorável que teve um começo muito triste na vida. Quando ela tinha cinco meses de idade, foi adotada por seus primeiros donos no Texas, EUA.

No entanto, seus donos eram bastante negligentes. Seis semanas após a adoção, ela foi diagnosticada com uma infecção nos olhos que destruiu sua visão.

Ainda bebê, Puddin perdeu os olhos e ficou cega.

Ao chegar na Sociedade do Texas para a Prevenção da Crueldade Animal (SPCA), ela estava completamente cega. Foi necessário remover seus olhos e costurar as órbitas oculares.

Cory Gonzales, seu novo proprietário, um estudante de Lubbock, Texas, de 22 anos, disse que os antigos donos dela tiveram resistência ao entregá-la, apesar de pouco se importarem com a pequena.

Foi necessário que a ONG de bem-estar animal levasse a guarda da pequena aos tribunais. Lá, um juiz concedeu a guarda para Cory.

Apesar de ter perdido a capacidade de enxergar, Puddin têm uma alegria contagiante. Seu entusiasmo pela vida é maravilhoso. Tanto é verdade que ela conquistou o coração de milhares de usuários nas redes sociais.

Desde que Cory adotou Puddin, há três meses, ele criou uma conta no Instagram onde documenta as aventuras da sua cachorrinha com diversas fotos dos momentos que tem ao lado dela.

Atualmente, eles contam com 10 mil seguidores na rede social.

Os fãs de Puddin estão encantados em ver como ela aprende novos truques e são verdadeiras testemunhas da alegria e do desejo de viver que a acompanham em cada um dos seus dias.

Cory a descreve como “uma garota corajosa”. Ela dorme por longos períodos, gosta de brincar de correr e adora o mimo do pai.

“Quando vi uma foto de Puddin na internet imediatamente me apaixonei por ela. No dia seguinte a conheci, voltei e a adotei. Eu acho que nós dois somos abençoados por nos conhecermos.”

Ela agora tem cinco meses e é um exemplo de amor e alegria. A maneira como se adaptou à sua nova vida é incrível.

“É um privilégio ser o pai dela.”

A falta de visão não a limitou de ser feliz – Puddin aprendeu a aguçar seus outros sentidos, como o olfato, e agora tem uma vida regular.

Fonte: Zoorprendente

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários