Rapaz salva e adota filhotes abandonados sem saber que eles são Cães da Montanha dos Pirineus

Era uma fria manhã de dezembro, à caminho do trabalho, quando um rapaz encontrou meio que sem querer seis filhotes recém-nascidos, no estado do Alabama, nos EUA.

Os pequenos estavam em péssimas condições de saúde, com risco real de vida. Tentavam se aquecer agarrando uns aos outros em meio ao frio congelante.

Desnutridos, sujos e quase sem pelo algum no corpo, os filhotes provavelmente se perderam da mãe e definitivamente estavam destinados ao pior se não tivessem sido resgatados naquele momento. Eles foram levados às pressas para um abrigo em Sylacauga, Alabama.

Os voluntários ficaram chocados com a aparência e os maus tratos aos quais os filhotes passaram.

“Eles estavam tão fedorentos que o pessoal do abrigo teve que usar máscaras para dar banho neles”, disse Nicole Zaguroli, porta-voz do abrigo Second City Canine Rescue (SCCR). “Eles estavam em péssimo estado; tinham sarna, estavam desnutridos e tremiam muito”.

Os voluntários presumiram que os filhotes (que pesavam apenas 5 quilos) eram de uma raça pouco conhecida, mas devido às péssimas condições de saúde que eles estavam, não conseguiram identificar suas verdadeiras origens.

Um primeiro palpite da raça dos cães seria uma mistura de cocker spaniel inglês que, para surpresa de todos, passou longe do que eles realmente são.

Os filhotes foram levados a um centro veterinário onde passaram por extensivos cuidados médicos. Depois, foram colocados em dois lares adotivos para tratamento adicional.

Não houve “milagre” na recuperação dos cãezinhos, afirma Nicole. Eles tiveram que se submeter à uma rigorosa dieta alimentar, banhos medicinais e medicação para reaverem sua saúde. Aos poucos, uma linda camada de pelo branco voltou a crescer sobre a pele deles.

Quando os pequeninos finalmente estavam saudáveis para serem colocados em adoção, a questão sobre a raça ressurgiu novamente, e dessa vez sua aparência sugeriu que eles eram uma mistura entre o Cão da Montanha dos Pirineus e um Poodle.

Somente depois que os cachorrinhos começaram a ganhar peso, um dos adotantes fez um teste de DNA e descobriu que eles são 100% Cão da Montanha dos Pirineus.

Cães desta raça são impressionantes em tamanho e força e têm excelentes habilidades de guarda. Eles podem atingir 85 centímetros de altura e pesar até 55 quilos. Definitivamente nem um pouco parecidos com um poodle, né?

É difícil acreditar que essas majestosas criaturas tenham sido abandonadas, pequenas e vulneráveis. Felizmente, cada filhote resgatado encontrou um lar amoroso graças aos voluntários incríveis do abrigo Second City Canine Rescue.

Ao longo de alguns meses, não apenas a aparência dos filhotes mudou, mas eles se tornaram amigos saudáveis, ativos e muito felizes ao lado de seus donos. Um dos filhotes, Bear (antes conhecido como Barksy), tem até uma conta no Instagram para compartilhar suas aventuras diárias.

Fonte: Bored Panda

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários