Logomarca Amo meu PET

Cadela com câncer vive seu último dia de vida com suas coisas favoritas e vídeo emociona web

Por
em Notícias

Viver com um animal de estimação ao lado é sem dúvidas uma vida muito mais feliz e completa. Ao mesmo tempo que a felicidade e o amor por eles podem ser intensos e grandiosos, a despedida é tão profunda quanto.

A dona de uma canina chamada Molly, de 11 anos, da raça staffordshire bull terrier, que estava sofrendo de câncer ósseo, sabe disso muito bem. 

A tutora, usuária Emmrosex no TikTok, passou por um momento super delicado ao se despedir da sua companheira Molly em seu último dia de vida.

“Meu mundo nunca mais será o mesmo”, disse a tutora na legenda. 

O momento, registrado e compartilhado no TikTok pela tutora no dia 28 de outubro, mostra a canina realizando todas as suas coisas favoritas um dia antes do seu falecimento. 

Na ocasião, a doce Molly pôde comer as suas comidas favoritas, ir ao seu lugar favorito, andar no parque, passar um tempo com seus amigos e com a sua tutora, é claro.

 

Veja o vídeo:

A despedida emocionante tocou o coração de milhares de internautas que se comoveram com a situação e desejaram suas condolências à dona de Molly. Ao todo, o vídeo compartilhado no TikTok teve 2.8 milhões de visualizações, cerca de 300 mil curtidas e mais de 19 mil comentários. 

Milhares de pessoas se consolidaram com a situação e deixaram mensagens de apoio e força à tutora de Molly.

Confira alguns dos comentários deixados na publicação:

“Eu arregalei meus olhos. Sinto muito pela sua perda... Descanse em paz e corra livremente querida.”
“Não quero nem pensar que um dia vou ter que fazer o mesmo.”
“Isso dói! Tenho medo deste dia.”
“Foi o mesmo com a minha cadela. Câncer ósseo, o câncer mais maligno e doloroso, o cão está sofrendo terrivelmente.”
“Quando eu digo a você que isso me atingiu em cheio... eu chorei tanto, incontrolavelmente, estou com o coração partido por você. Eles não são apenas animais de estimação…mas uma família.”

 

Câncer ósseo

O câncer ósseo, também conhecido como osteossarcoma, é bastante comum entre cães de raças grandes e é extremamente agressivo, de acordo com o VCA Animal Hospitals. 

No momento do diagnóstico, cerca de 90 a 95 por cento dos cães terão micrometástase, o que significa que as células cancerígenas já se espalharam para outras partes do corpo, embora não sejam detectáveis.

Os sintomas mais comuns do osteossarcoma incluem claudicação ou inchaço distinto, comportamento letárgico, perda de apetite e relutância em andar ou brincar por causa da dor causada pelo tumor no osso.

Sem evidência de disseminação, o objetivo principal é o controle local do tumor, e isso geralmente envolve a amputação do membro afetado. A quimioterapia é quase sempre realizada após a cirurgia para ajudar a controlar a doença pelo maior tempo possível.

Assista também:

O caso do cão LADRÃO DE PELÚCIA e mais notícias no Jornalzinho Amo Meu Pet, o petjornal com memes