Gato amoroso tem atitude incrível para ganhar o coração de crianças em ala infantil de hospital

Bento o Bengal vem fazendo sucesso entre os pacientes e funcionários do Hospital Unimed Criciúma

Por
em Gatos

A presença de um felino de três anos de idade, vem trazendo alívio para muitos pacientes que passam semanas internados em um hospital de Criciúma, em Santa Catarina.

Bento o Bengal, um felino da raça gato-de-bengala, é o centro das atenções da ala infantil do Hospital Unimed Criciúma.

Em um vídeo compartilhado recentemente pelo médico-veterinário e tutor do animal, Arthur Petroli, o felino passeia pela unidade de saúde com uma coleira de peitoral.

Enquanto Bento caminha pelos corredores e quartos do hospital recebe muito carinho e amor das crianças.

Em alguns casos até sobe nas camas e se deita juntamente com os pacientes.

E é claro que, as crianças expressam através de um sorriso toda sua felicidade com a presença do animal.

Nem mesmo os funcionários conseguem resistir a tanta fofura e aproveitam a situação para também acariciarem o gato-de-bengala.

“Pet terapia. Ronronterapia. Plantando a sementinha do amor”, destaca a legenda do vídeo.

Publicado na conta do Instagram @petroliarthur, no dia 07 de outubro, o vídeo foi visto por mais de 1,1 milhão de pessoas.

Somado a isso, também teve 87,7 mil curtidas e 1.250 comentários.

“Amor, respeito e muito ronrom”, escreveu Arthur na legenda.

A mãe de uma das crianças que recebeu a visita do felino relatou o quanto a presença de Bento foi importante para a recuperação da filha Isabela.

“Dos meus sete gatos, acho que uns três fariam muito sucesso em terapias assim. São carentes e grudadinhos”, comentou Beatriz.
“Os animais são incríveis, Bento faz um trabalho muito especial, faz jus ao nome”, lembra Elisandre.
“Meu Deus que lindeza, não tenho noção de como esse momento deve ser especial para essas crianças”, pontua Márcia.

Confira:

Pet terapia

Conforme o Grupo Altevita, a pet terapia - nomeada cientificamente como Terapia Assistida por Animais (TAA) - é um método de tratamento, onde o animal age como co-terapeuta.

Juntamente com os profissionais da área da saúde, o animal contribui para que o paciente tenha melhores resultados, sejam eles em tratamentos físicos, psicológicos ou cognitivos.

Na maioria das vezes, esses tratamentos são feitos com cavalos, cães ou gatos.

Assim, na Pet Terapia, o animal costuma ser muito útil no tratamento de pessoas com deficiência visual, auditiva, síndromes diversas, deficiência intelectual, psicoses e autismo.

Além disso, também são muito utilizados para o tratamento da depressão, estresse, distúrbios e dificuldades de aprendizagem, atraso na aquisição e desenvolvimento de fala, entre outros.

Se engana quem acha que a Pet terapia é válida somente para crianças. Os idosos também apresentam ótimos resultados com esse tipo de tratamento.

Os benefícios desta terapia contribui com casos de alzheimer, autismo, doenças terminais, mentais ou coronárias, paralisia cerebral e transtornos de comportamento.

Redatora.

Últimas notícias