Morre cachorro que havia se tornado símbolo de vitória em cidade paulista

Após ser espancado e quase morrer, Estopa tinha ganhado um final feliz e homenagens pela cidade

Por
em Cães

Um cachorrinho de rua que se tornou uma lenda em Ribeirão Pires, São Paulo, faleceu na última semana. O vira-lata, já com idade avançada, ficou conhecido no ano passado, após ser espancado com um pedaço de madeira e causar uma grande comoção local. Milagrosamente ele conseguiu se recuperar e havia ganhado uma família.

Estopa — como era chamado — viveu muitos anos na rua, próximo do ponto de táxi central, ele era cuidado de forma comunitária por pessoas que trabalhavam na região. Além dele, outros cachorros também eram cuidados da mesma forma.

Certo dia, sem motivo algum, um homem espancou Estopa com um pedaço de madeira. No ataque, o cãozinho perdeu o olho e ficou em coma. Estava praticamente morto, mas um grande milagre fez que ele tivesse mais alguns meses de vida.

Conforme uma moradora local, Vivi Ridelensky, que compartilhou sobre a morte do cão no Facebook, o ataque abalou muito a população de Ribeirão Pires.

“Isso gerou uma corrente muito grande e ele milagrosamente sobreviveu”, detalhou.

Após sua recuperação, Estopa ganhou um final feliz, foi adotado por uma família e recebeu muito amor de todos.

“Ninguém acreditava na força que o velhinho tinha. Ele foi mais que guerreiro”, escreveu Vivi.

Estopinha ficou famoso e ganhou o coração de Ribeirão Pires, pela cidade seu rostinho coloriu e trouxe alegria e esperança através do seu rostinho estampado em grafite.

“E então ele cumpriu sua missão e infelizmente virou estrelinha. Meu coração está partido, mas ao mesmo tempo feliz pelo final lindo que ele teve”, finalizou a mulher.

Temos certeza que Estopa ficará para sempre na memória dos moradores de Ribeirão Pires, mas é de partir o coração da gente.

Homenagem

O ponto de táxi em que Estopa costumava parar ganhou em janeiro deste ano um grafite em sua homenagem. O animal foi eternizado pelos artistas Cláudio Martucci, 40 anos, e sua mulher Adriana Martucci, 37, autores da homenagem.

Relembre o caso

Estopa ficou conhecido pelos moradores após o trágico episódio em abril do ano passado. O animal teve vários ferimentos na região do crânio, quebrando ossos da face e perdendo um olho. O agressor chegou a ser preso em um primeiro momento, mas acabou libertado.

Depois da crueldade que viveu, o animal recebeu compaixão e carinho. Uma campanha foi iniciada na cidade para bancar os tratamentos, cirurgias e estadia do animal em um hospital veterinário.

Estopinha se recuperou muito bem e contou até com uma despedida especial do local onde ficou internado, quando recebeu presentes e doações em seu último dia.

Assista também este vídeo:

Pépe Bonner noticia o caso das crianças que brincaram de tourada com cão de rua E MAIS notícias fofas no Jornalzinho Amo Meu Pet

Redatora.

Últimas notícias