Conheça Nininha, a vira-lata caramelo 'tóxica' que roubou namorado de dona

Por
em Humor

Nina é uma adorável cachorrinha vira-lata caramelo muito amada por sua tutora, Carolina. Mas parece que esse amor não é tão recíproco. Como assim? É porque a pet ama Raphael, o namorado da Carolina. Ôooo, ingratidão, né?

Claro que a cachorrinha gosta da Carolina, afinal ela é a humana que a alimenta, mas é só ver Raphael que logo esquece de quem lhe cuida para se entregar ao chamego do rapaz. Raphael também adora a cachorrinha e não se incomoda nenhum pouco com a 'obsessão' de Nina.

E não estou exagerando quando digo 'obsessão', pois no vídeo publicado na última segunda-feira, 28 - com seus mais de 1,4 milhão de seguidores no TikTok - é possível ver tamanho ciúme da pet pelo namorado que não é seu.

Na cena Carolina pede para Raphael acordar, pois está na hora de levantar. Nina está acomodada na cama com o rapaz envolto de um lençol. Raphael, ignora o chamado da namorada, mas Nina não! Nina escuta bem o que a dona diz, mas não deixa ela acordar Raphael não. Quando Carolina se aproxima, a pet se impõe e mostra os dentes.

E não importa qual argumento que Carolina use, Nina não a deixa se aproximar do namorado. Hummm... agora fiquei na dúvida: Raphael é namorado de quem? Hahaha.

A publicação alcançou mais de 119 mil visualizações, 7 mil reações e dezenas de comentários de internautas achando graça do comportamento da pet.

"Sai, mamãe ele é meu! Linda demais, amei muito a ciumenta", escreveu uma entre risadas.
"Ele tá dormindo, vai emboraaaa", brincou outra.
"Sai daqui Márcia, ele é meu, já falei", imaginou uma terceira.

Confira:

E quando Raphael sai com Carolina e não leva Nina junto. Veja como a cachorrinha fica:

Mas também tem às vezes que Raphael troca Carolina pela Nina. Confira:

Bom, sabemos quem é o humano preferido de Nina, né? E, por que será que os cães expressam preferência por um dos tutores? Assim como nós que temos aquele melhor amigo(a), os cães também fazem suas escolhas. De acordo com Sabina Scardua, doutora em comportamento animal e colunista do Vida de Bicho, os cães são de uma espécie gregária, geneticamente preparados para viver e se relacionar com mais indivíduos.

"Vendo pelo lado mais simples e prático, eles estão programados para encontrar e eleger alguém de confiança para se sentirem seguros. No início da vida, esta necessidade é mais forte, pois eles são mais frágeis. Estudos mostram que cães exploram mais na presença de alguém da confiança deles. Então ter um humano preferido aumenta muito a autoconfiança do cachorro", explica.

E completou: "Há também o enamoramento, tipo uma paixão; admiração; sentimento servil, de cuidado, zelo e proteção; respeito; alguns poucos animais têm a sensação parecida com a de filhos, que mistura amor, segurança, confiança e respeito. Essa variação geralmente acontece pela forma de tratamento do tutor, mas pode ser mais profunda por enlaçamento espiritual", conta.

Agora dá para entender porque Nina ama Raphael. E se você deseja segui-la nas redes sociais, clique aqui.

Assista também este vídeo:

O que esse papagaio tanto escondia nesse tronco?