Mulher adota sem saber o mesmo cachorro que teve quando era criança

Algumas situações do dia a dia são capazes de surpreender até os mais otimistas.

Na semana passada, ao visitar um abrigo de cães, a professora norte-americana Nicole Grimes não conseguiu acreditar que o mesmo cachorro que teve quando era criança estava sendo adotado por ela anos depois.

Nicole compartilhou sua incrível história através de uma postagem no Facebook. Quando ela tinha 10 anos, ganhou de sua avó uma cadelinha chamada Chloe.

Elas cresceram junta por quatro anos, até o momento abrupto da separação. "Meu pai conseguiu um emprego onde não poderíamos ter um cachorro então tive que desistir dela. Foi tão difícil", escreveu Nicole. O animal foi levado para o Washington Humane Society e as duas nunca mais se viram.

Sete anos se passaram. Nicole, hoje com 21 anos, encontrou sem querer um post do Facebook que falava de um cachorro idoso que precisava de um lar. Ela ficou surpresa ao perceber que o animal tinha o mesmo nome de sua antiga cadela e algo em seu interior a alertava para esse fato. Sem pensar duas vezes, Grimer adotou o animal.

Após um tempo com Chloe, a professora começou a dar crédito a suas suspeitas e, com a ajuda de sua mãe, descobriu que estava realmente com a sua velha amiga de quatro patas.

"Estou tão feliz, animada e abençoada por ter essa cachorra amada de volta e por poder amá-la pelo resto de sua vida. Nunca em meus sonhos mais loucos pensei que a veria de novo, mas aqui está." concluiu Nicole.

Fonte: Mega Curioso

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários