Cachorro é covardemente agredido pelo próprio dono com uma pá no RS

Um pastor alemão foi barbaramente agredido por um homem com uma pá na madrugada da última segunda-feira (16), em Santa Cruz do Sul (RS).

Vizinhos presenciaram o ataque brutal e acionaram a Brigada Militar do município. O criminoso esteve na Delegacia de Polícia para prestar depoimento e disse que foi ‘mordido pelo cão’. O cachorro está internado em uma clínica veterinária em estado grave.

Uma vizinha que mora ao lado de onde ocorreu o incidente afirmou que estava dormindo quando acordou assustada com latidos e gritos.

O marido dela disse que o vizinho estava matando o cachorro. “Levantei no susto e corri para fora. Perguntamos o que ele estava fazendo e ele disse que bateu porque o cachorro havia mordido ele, mas sabemos que é um cachorro manso”, contou.

Chocada e indignada com a violência, ela disse que chamaria a Brigada Militar. No entanto, quem ligou foi o próprio agressor.

Algumas câmeras de segurança da casa dela registraram todas as cenas. Nelas, é possível ver que o homem chega no pátio e começa a dar tapas no cachorro. Em seguida, ele pega a pá e começa as agressões. “Temos três cachorros em casa e eles são tratados como filhos. Estou em choque, não consigo nem ver as cenas”, relatou.

A vereadora Bruna Molz, conhecida por defender a causa animal em Santa Cruz do Sul, foi chamada para resgatar o cachorro. Ele foi encontrado caído no pátio, ainda vivo.

Na manhã seguinte, Boris, como é chamado, foi levado para a Clínica Wazlavick, em estado de choque, com muita febre e bastante machucado. O animal vai ficar internado e, quando melhorar, será encaminhado para adoção. Uma campanha de arrecadação coletiva (vaquinha online) foi criada para ajudar nas despesas. A meta foi batizada em menos de três dias.

O criminoso foi ouvido pelas autoridades e infelizmente, liberado. Após, foi encaminhado ao hospital para tratar um ferimento no braço. Ele vai responder pelo crime de maus-tratos. Em caso de morte do animal, pode pagar multa de R$ 4.418,00, além das sanções criminais que se enquadrarem no caso.

Fonte: Studio FM

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários