Cachorro de 20 anos abandonado por ser 'velho demais' hoje é o xodó do abrigo onde vive (veja o vídeo)

O tempo não perdoa ninguém e passa de forma absolutamente igualitária para todos nós. Alguns usam e abusam dos procedimentos estéticos para tentar retardar o envelhecimento, mas cada ruga e marca de expressão é a evidência de uma vida carregada de momentos e experiências.

Não há como negar que muitos idosos sofrem por conta do abandono. No entanto, isso não acontece apenas entre os humanos, já que os animais também são vítimas de pessoas cruéis que não querem ter em casa um animal ‘velho’.

Cocker foi abandonado ao atingir 20 anos de idade em um abrigo porque seus antigos donos disseram que ele era velho demais pra continuar na família, mas muita gente de bom coração se solidarizou e decidiu ajudá-lo.

Atualmente, o cãozinho é cego e surdo. Além disso, chegou no abrigo completamente desorientado e confuso pois não reconhecia o lugar, sem contar as marcas de maus tratos que estavam em todo seu corpo.

“Ele tem pequenas massas penduradas e muitas marcas na pele. Talvez a única coisa que exija tratamento imediato além dos olhos e ouvidos seja um lar cheio de amor”, afirmou um dos voluntários do abrigo onde o cão foi abandonado.

O tratamento foi levado à sério: sua visão se recuperou parcialmente, e o amor e carinho recebidos no abrigo afetaram positivamente sua autoestima. Os dias sombrios da ausência de amor em sua antiga casa ficaram para trás.

Veja abaixo um vídeo mostrando o cãozinho pouco depois de ter sido deixado no abrigo:

Fonte: The Dodo

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários