Cãozinho vê foto de si mesmo e fica completamente apaixonado com o que vê

Addy é um dos quatro cães de sua família, e ela é definitivamente a mais responsável entre todos. No entanto, sua família a descreve como atrevida, ‘mandona’, boba e teimosa - talvez por isso eles a amem tanto.

"O brinquedo favorito dela são os chinelos da minha mãe - ela os rouba a todo tempo, não importa onde eles estejam, e faz minha mãe persegui-la pela casa. Quando ela consegue reaver os chinelos, troca-os por algum presente, como biscoitos", disse Katelynn Reed, dona de Addy, ao portal The Dodo.

“Addy adora se aconchegar com os irmãozinhos dela quando minha mãe não está em casa. Ela fica ‘no comando’ do sofá e não permite que ninguém saia dele até segunda ordem”.

A família adora todos os seus cães e adora tirar fotos deles.

"Temos diversas fotos de Addy porque ela é o centro das atenções dessa casa”, brinca Katelynn. “Ela é muito fotogênica”.

No último Natal, Katelynn decidiu fazer um retrato de cada cãozinho da casa e presentear sua mãe, para que ela pudesse exibi-los orgulhosamente em sua casa.

Mas nenhum dos cães adorou mais as fotos do que Addy, que ficou absolutamente fascinada com uma foto de si mesma.

Ady ficou apaixonada pelo retrato de si mesma!

“Quando minha mãe abriu a caixa e mostrou a foto, ela ficou tão feliz que deve ter pensado: 'Muito obrigada, ficou lindo!'”, brinca Katelynn.

A cachorrinha ficou horas encarando o retrato, aparentemente orgulhosa de seu rosto adorável emoldurado como presente de Natal.

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: The Dodo

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários