Em vídeo hilário, cachorro 'protesta' com seu dono para continuar passeio: 'Não queria parar'

Conheça Ryder, um mix de Labrador e Basset Hound que não tem vergonha de comunicar o que deseja, tampouco fazer uma cena, especialmente quando seu pai, Sean Tornetta, não cede a suas demandas.

O cachorrinho adora passear… Tanto que se recusa a ir pra casa após algumas horas andando pela rua. Ele protesta, faz drama, se joga no chão… Tudo para convencer o pai de que ainda não é hora de parar.

“No momento em que ele percebe que está voltando para casa ou percorrendo um caminho que ele já farejou, ele sorrateiramente começa a desacelerar e nos olha como, ‘Chato! Eu já estive aqui e cheirei todos esses aromas antes, disse Sean Tornetta, pai de Ryder. “Então ele se joga no chão. É hilário o jeito que ele faz isso … tão dramático como se ele soubesse o que está fazendo. ”

Quando o cachorro começou a se jogar no chão, Sean se curvava e pegava ele, carregando-o como um bebê pelo resto do caminho. Do jeito que Ryder queria.

Sean gravou uma série de vídeos hilários mostrando os exagerados protestos de seu cachorro, que geralmente terminam com ele o levando no colo para casa. Mas Sean nunca é enganado. Ele sabe que as travessuras de Ryder são todas atuações.

“Ele finge que está exausto, mas toda vez que cai, está a uma quadra da nossa casa”, disse Sean ao portal The Dodo. “Ele está em forma e certamente consegue caminhar perfeitamente. Nós o vimos saltar e brincar por horas no parque para cães, então sabemos que é tudo um cena digna do Oscar”.

A única coisa que pode fazer o cachorrinho se levantar é comida. “No momento em que começo a mexer no meu bolso com guloseimas, ele volta como se nada tivesse acontecido”, brinca Sean. “É bastante hilário o quão sorrateiro ele pensa que é”.

Veja como Ryder deixa claro seus sentimentos no vídeo abaixo:

Fonte: The Dodo

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários