Proteção canina: bebê dorme sob supervisão de seu cão e quando chora recebe beijinhos (veja o vídeo)

Mesmo antes de conhecer seu novo irmãozinho pessoalmente, Dodger já estava apaixonado pelo novo membro da família.

“Ele era meu melhor amigo durante a minha gravidez e estava sempre em algum lugar perto da minha barriga”, disse Jessie Klorman, dona do cachorro.

Devido a problemas na gravidez, Everett nasceu várias semanas prematuro, necessitando que sua permanência no hospital fosse estendida. Mas a ansiedade de Dodger de conhecê-lo pessoalmente nunca desapareceu.

“Quando Everett chegou em casa, Dodger queria ficar abraçado ao nosso lado ou nos divertir”, disse Jessie . “Um recém-nascido dorme de 15 a 18 horas por dia, então o entretenimento foi apreciado”.

O cãozinho se dedicou muito desde o primeiro dia, demonstrando uma devoção que só se aprofundaria.

Everett agora tem 1 ano de vida e é uma criança saudável e feliz. E a cada passo no caminho, seu fiel companheiro está ao seu lado.

É irrefutável que o vínculo entre eles é muito profundo. Isso pode ser visto em sua rotina de dormir e acordar. Quando o bebê tira um cochilo, Dodger sempre insiste em estar lá também, aconchegando-se no chão perto do berço, como se quisesse protegê-lo e confortá-lo enquanto cochilava.

Assim que ele acorda, o cãozinho é o primeiro a estar lá para cumprimentá-lo.

Veja o vídeo:

Para os pais, ao perceberem que seu filho já tem um melhor amigo é uma grande alegria.

“Everett absolutamente o adora, ele lhe dá muitos beijos e brinca com ele”, disse Jessie. “Estamos muito felizes por eles serem ótimos juntos.”

Assim como o bebê continua a crescer, não há dúvida de que a relação dos dois irá crescer também.

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários