Restaurante ajuda cães de rua a serem salvos da eutanásia e encontrar novos lares: pura inspiração

Olha só que legal: no ano passado, foi aberto nos Estados Unidos o primeiro bar e restaurante que também funciona como um abrigo de cães.

O Fido’s Taphouse já resgatou dezenas de cães da eutanásia (morte assistida) em locais de extermínio animal da Califórnia. De lá pra cá, mais de 70 cães foram definitivamente com a ajuda do bar.

Segundo Scott Potter, fundador do bar, ele ficou inspirado após descobrir a existência de cafeterias com gatos, cuja presença entretém os clientes. Sua iniciativa pega onda nessa tendência.

Além disso, ele espera que os cães adotados ajudem a dar às famílias o mesmo amor e apoio terapêutico que seus próprios cães lhe oferecem.

“Meus cãezinhos me ajudaram a superar uma depressão bastante grave”, disse ele. “Eles foram extremamente amorosos e atenciosos comigo. E eles entenderam que eu estava passando por momentos difíceis.”

No estabelecimento, cada área de alimentação conta com três a quatro cães, apesar do espaço poder abrigar mais. Se um adotante em potencial decidir levar um dos pequenos para casa, deverá assinar uma documentação e aguardar três dias para o cachorro ser liberado.

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: Nation

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários