Motorista perde seu gato companheiro de viagens e chora ao reencontrá-lo 2 meses depois

Poucos motoristas têm mais propriedade para falar sobre viagens solitárias e entediantes do que os caminhoneiros.

Na tentativa de trazer um pouquinho de alegria para os seus longos trajetos entre os estados norte-americanos, Matthew B., que mora no Texas, adotou um gatinho de 3 anos chamado Ashes.

Eles se tornaram companheiros inseparáveis e estão sempre viajando juntos. E sim, o gatinho adora pegar a estrada!

Entretanto, alguns meses atrás, durante uma dessas viagens, Ashes acidentalmente saiu do veículo de 18 rodas de Matthew, enquanto passavam por Springfield, Ohio.

Assustado com o ambiente desconhecido, ele correu para longe, em direção a alguns arbustos e desapareceu. Devastado, Matthew procurou incansavelmente por seu amigo, mas após muito tentar e tendo que cumprir prazos de entrega, desistiu e acabou voltando à estrada.

Ao longo de dois meses, o motorista de caminhão fez o possível para reorganizar as rotas e poder voltar ao mesmo local em Ohio, onde Ashes foi visto pela última vez. No entanto, o gato não estava em lugar algum.

Quando Matthew provavelmente pensou que nunca mais veria Ashes, recebeu a ligação de um abrigo.

Certa noite, uma mulher chamada Kimberly T. encontrou o gatinho em meio a um frio de 13 graus, buscando a atenção de um estranho. “Ele estava tentando não pisar no chão, estava muito frio”, disse ela. A mulher o levou à organização de resgate de animais chamada ‘Lollypop Farm’.

Felizmente, Ashes tinha um microchip que ajudou a rastrear Mathew. Os funcionários ficaram bastante surpresos quando descobriram que Ashes estava a 2.357 km de distância de casa.

“Nossa equipe de admissões procurou imediatamente um microchip, como acontece com todos os animais de estimação que chegam. Ele não apenas possuía um, como tinha um proprietário que o registrara sob um endereço no Texas a mais de 2.357 km de distância! Este foi um gatinho que atravessou um país ”, disse a organização.

Matthew ficou aliviado ao descobrir que seu amado felino estava são e salvo. Durante a reunião, ele chorou ao abraçar Ashes e chamou isso de “milagre de Natal”.

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: >Bored Panda

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários