Mulher vai aos prantos acreditando que filhote de pitbull morreu, seu esposo o reanima e viraliza na internet

O nascimento de um filhote de pitbull emocionou os cerca de cem mil seguidores do fisiculturista Marcinho Belota, no Instagram. Mesmo sem ter conhecimento técnico de como funcionava uma massagem cardíaca e respiração boca a boca, Marcinho conseguiu reanimar a pequenina, que recebeu posteriormente o nome de Vitória.

“Vou falar uma coisa pra vocês: eu vejo muita gente comentando ‘você é um herói’. Não. O que eu fiz ali eu faria com qualquer pessoa e com qualquer animal, até mesmo com um jacaré’, disse ele em seus stories, em meio a risadas.

Natural de Boa Vista, em Roraima, o fisiculturista publicou em seu perfil do Instagram uma sequência de vídeos que mostram os momentos de tensão para reanimar o animal recém-nascido. Em dois dias, o post recebeu mais de 63 mil curtidas.

Segundo Marcinho, aquele foi um dos momentos mais emocionantes de sua vida. “Quando você acha que está tudo perdido, aí é que você não pode parar”, afirmou.

Ele conta que na madrugada de segunda para terça, por volta da meia-noite, foi verificar se Pandora, até então grávida, estava bem. Foi quando tomou um susto ao ver os dois cãezinhos aparentemente mortos ao lado da mãe.

O fisiculturista chamou sua mulher, Tauany Almeia, que ficou aos prantos quando entrou no cômodo.

“(Eu) já iria colocar no saco para enterrar, quando de repente a Vitória, esse é o nome que daremos a ela, deu como se fosse o último suspiro e aí vimos que ainda existia esperança”, disse. “Não sei se fiz certo, não tenho nem noção de como socorrer cachorros, mas esse foi o meu instinto de querer ajudar de alguma forma, não sabia para onde recorrer essa hora da noite.”

Foram cerca de vinte horas de parto. Pandora deu à luz 15 filhotes, dos quais 9 estão vivos.

Na seção de comentários, milhares de pessoas prestaram elogios e deixaram mensagens positivas pela atitude de Marcinho.

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: Extra

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários