Veterinário faz as orelhinhas mais fofas para cães que acabaram de sair de cirurgias

Pouco após o nascimento, as orelhas do cãozinho Remi começaram a desenvolver estranhas bolinhas em sua estrutura interna.

Alarmada com a situação, sua tutora, Carlie Childres, levou-o ao veterinário. "Eu não sabia o que era", disse Carlie ao portal The Dodo.

A jovem, que é voluntária na ONG de resgate animal 'Lucky Lab Rescue and Adoption', havia adotado Remi e outros sete filhotes de um canil no Texas (EUA) semanas antes.

Descobriu-se que as bolinhas eram na verdade hematomas, que surgiram subitamente sobre a pele e que deveriam ser removidos o mais rápido quanto possível para não haver complicações clínicas.

Foto: Carlie Childres/Acervo pessoal
Foto: Carlie Childres/Acervo pessoal

Remi ficou no hospital veterinário por três dias, até a data da cirurgia. Quando sua mãe foi buscá-lo, ficou bastante surpresa!

O cãozinho tinha um novo visual…

Foto: Carlie Childres/Acervo pessoal

O veterinário responsável pelo procedimento cirúrgico confeccionou um par de orelhas temporário para Remi, até elas sararem por completo.

Foto: Carlie Childres/Acervo pessoal

"Ele ficou tão fofo... E eu fiquei muito feliz com a atitude do veterinário!", disse Carlie.

"Até o término da recuperação, Remi deve ficar com as orelhinhas de papel. Aparentemente, ele amou!", concluiu a mamãe coruja.

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários