Filhote que quase foi sacrificada só porque 'não conseguia andar' é adotada por veterinária

Imagine a seguinte cena: uma filhote de apenas seis semanas é levada para uma clínica veterinária, onde seu dono, furioso, pede para ela ser sacrificada apenas porque não é capaz de "andar direito".

Foi isso que aconteceu com a pequena Bella, que infelizmente estava aos cuidados de um monstro. Obviamente o pedido do "tutor" da cachorrinha foi rejeitado e ela, adotada pela veterinária Piper Wood.

Nesse meio-tempo, para organizar a papelada burocrática de adoção, a filhote foi encaminhada para o abrigo da ONG Hand in Paw, em Los Angeles, Califórnia (EUA).

Foto: Piper Wood / Arquivo pessoal
Foto: Piper Wood / Arquivo pessoal

No abrigo, descobriu-se que a pequena não tinha deficiência nas pernas, mas estava sofrendo de hipoglicemia, um distúrbio provocado pela baixa concentração de glicose no sangue, muito comum nos seres humanos.

Foto: Piper Wood / Arquivo pessoal
Foto: Piper Wood / Arquivo pessoal

"Provavelmente seu dono não estava alimentando-a corretamente e o nível de açúcar no sangue estava muito baixo", disse Piper.

Bella também foi tirada da mãe muito cedo, o que pode ter contribuído para o problema. Com os devidos cuidados, ela se recuperou rapidamente.

Foto: Piper Wood / Arquivo pessoal
Foto: Piper Wood / Arquivo pessoal

"Ela é uma guerreira. Logo conseguiu se manter em pé e comia sozinha". *Plenamente recuperada e com o processo de adoção concluído, a cachorrinha foi levada para a casa da veterinária Piper, onde mora desde então.

“Bella brincou com uns 10 brinquedos diferentes no primeiro dia, e estava muito feliz. Isso foi incrível de ver, porque eu só vi o lado assustado dela. Ela definitivamente está se sentindo muito melhor e agora se sente em casa", disse Piper. "Ela tem uma vida inteira pela frente".

Compartilhe o post com seus amigos!

Foto: Piper Wood / Arquivo pessoal
Foto: Piper Wood / Arquivo pessoal
Foto: Piper Wood / Arquivo pessoal
Foto: Piper Wood / Arquivo pessoal

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários