Cadela presa em matadouro se recusa a deixar homem que a salvou para trás

A cadela Sanie viu coisas que animal nenhum mereceria ver. Encolhida em uma gaiola de metal de um matadouro no Camboja, ela assistiu passivamente dezenas de seus amigos serem mortos e despelados para virarem carne de consumo.

Talvez ela não soubesse, mas a qualquer momento, Sanie poderia ser a próxima.

Felizmente, sua vida foi poupada graças aos esforços de um ativista pelos direitos dos animais.

Foto: The Sound of Animals / Reprodução
Foto: The Sound of Animals / Reprodução

Michael Chour, fundador da ONG The Sound of Animals, uma entidade não governamental que salva cães do comércio de carne no sudeste da Ásia, visitou o matadouro em Phnom Penh, no Camboja, onde Sanie e dois outros cães estavam sendo mantidos.

Chour tentou convencer o dono a abandonar os três cães, dizendo que isso lhe traria um mal ‘karma’. Mas o proprietário se recusou a desistir deles, explicando que eles já haviam sido vendidos. No entanto, ele disse a Chour que ele poderia levar Sanie.

"Ela estava rosnando e tremendo de medo quando a salvei", disse Chour ao portal The Dodo. "Mas eu a fiz sentir o cheiro da minha mão e lentamente me aproximei dela."

Foto: The Sound of Animals / Reprodução
Foto: The Sound of Animals / Reprodução

Aos poucos, o ativista conquistou a confiança da cachorrinha e a retirou da jaula.

Foto: The Sound of Animals / Reprodução
Foto: The Sound of Animals / Reprodução

"Quando saí da jaula, ela ainda estava apavorada e estava olhando para o açougueiro", disse Chour. "Mas depois que eu dei as costas para ele, ela se empurrou contra mim e colocou a cabeça sob a minha."

A partir daí, Sanie quis estar o mais próximo possível de Chour.

Foto: The Sound of Animals / Reprodução
Foto: The Sound of Animals / Reprodução

"Ela me abraçou e não parou", disse Chour. "Quando a levei à clínica veterinária e tentei colocá-la no chão, ela ainda não a soltou."

Era o fim do pesadelo: eles se despediram para sempre do matadouro de cães.

Foto: The Sound of Animals / Reprodução
Foto: The Sound of Animals / Reprodução

"Ela sabe muito bem que eu a salvei e ela sente meu amor", disse Chour. "Os cães são inteligentes e entendem as coisas."

Depois de ser examinada pelo veterinário, Chour levou Sanie de volta ao abrigo de seu grupo, a Blue Dream, onde Sanie encontrará outros cães resgatados do comércio de carne.

Foto: The Sound of Animals / Reprodução
Foto: The Sound of Animals / Reprodução

"Eu tenho um amigo para ela chamado Bear", disse Chour. "Ele também é um cão resgatado do matadouro e ensinará amor e confiança a ela."

Chour espera que Sanie seja adotada por uma família que vive na Europa. "Acabamos de enviar dois cães para a Inglaterra, e eles vivem no paraíso agora", disse. "Eles têm uma vida muito feliz."

Foto: The Sound of Animals / Reprodução
Foto: The Sound of Animals / Reprodução

“Espero garantir o mesmo para ela”, complementou. “Ela merece”.

Compartilhe o post com seus amigos!

Foto: The Sound of Animals / Reprodução
Foto: The Sound of Animals / Reprodução

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários