Pinscher que pesa 450 gramas pensa que é maior que seus irmãos adotivos

Otto é um cachorrinho especial: apesar de possuir 450 gramas, ele realmente se acha uma figura imponente e digna de respeito dos seus irmãos adotivos grandalhões, que pesam vinte vezes mais do que ele.

O mini filhote Pinscher-Chihuahua foi adotado pela norte-americana Melissa Otto em um abrigo de cães há cerca de dois meses.

 Reprodução / Instagram: @the_prince_otto
Reprodução / Instagram: @the_prince_otto

Levado para casa, Otto fez amizade com Cynthia, a cachorra mais velha da família, e agora eles são inseparáveis.

Por conta de seu tenro tamanho, Otto é alimentado com o auxílio de uma seringa a cada duas horas, o que deve ser feito até meados de abril, até o cachorro crescer um pouco mais.

"Foi chocante quando o peguei", disse Melissa. “Ele era microscópico. Ele era menor que a palma da minha mão”.

Aos poucos, ele tem crescido, mas ainda falta muito para chegar perto de Cynthia. Ela sim, é enorme!

 Reprodução / Instagram: @the_prince_otto
Reprodução / Instagram: @the_prince_otto

“É engraçado porque ele acha que tem a mesma autoridade que Cynthia e seus outros irmãos de consideração, que são bem maiores. Felizmente, eles têm bastante paciência com Otto e o tratam em pé de igualdade”, disse Melissa.

 Reprodução / Instagram: @the_prince_otto
Reprodução / Instagram: @the_prince_otto

“As pequenas coisas que alcançamos seriam ridículas para um cachorro maior, mas são enormes para Otto. Ele tem uma personalidade enorme em um pequeno corpo minúsculo”, concluiu sua tutora coruja.

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários