Fazendeiro aposentado cria trem para levar seus 9 cães adotados para passear na cidade

O fazendeiro resolveu dar alegria aos cachorros que foram abandonados em sua propriedade.

A preocupação em ajudar a salvar a vida de cães abandonados já é uma atitude admirável por si só, agora, conciliar o gesto de empatia com criatividade, não poderia ter um resultado menos que surpreendente.

Unindo essas duas características, o fazendeiro Eugene Bostick que é morador de Fort Worth, Texas, nos Estados Unidos, teve uma ideia genial para animar os seus cães resgatados: criou um trem para levá-los passear.

Aposentado há 15 anos, Bostick transformou as habilidades da antiga profissão de soldador para construir o trem, que possui assentos para cada um dos nove cães que ele cuida.

Com barris de plástico, ele fez furos neles e colocou as rodas embaixo. Isso criou os carrinhos perfeitos para seu trem.

Como condutor, o fazendeiro de 80 anos os leva para passear pela cidade, para a alegria dos cães e admiração da população que fica encantada com o turismo canino.

Foto: Eugene Bostick and The Dog Train / Facebook
Foto: Eugene Bostick and The Dog Train / Facebook

Os cuidados vão além da diversão e o fazendeiro também garante que os animais sejam castrados e vacinados.

A criação do locomotivo não foi programada, mas o fato de muitos donos terem largado os cachorros em sua propriedade, o fez pensar em transformar o abandono dos animais em diversão.

O que não temos dúvida, deu certo.

Olha só que divertido o momento de diversão dessa turminha:

Muito legal, né? Bem que a ideia poderia repercutir em outras partes do mundo, os pets iriam adorar!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários