Caso do cão agredido o morto covardemente pode aumentar pena de maus-tratos a animais

O caso do cachorrinho morto e espancado covardemente em um supermercado de Osasco, SP, fez com que se retomasse a discussão sobre o aumento de penas de maus-tratos a animais. Um novo projeto de lei, apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (REDE –AP) nesta quarta-feira (6), prevê o aumento das penas de três meses para até três anos de prisão. Como verdadeiros apaixonados e defensores de animais que somos, acreditamos que o aumento ainda é baixíssimo. O senador também propõe punições financeiras para estabelecimentos comerciais que compactuem com a prática de completa insensatez com os animais. Correto.

Quem também está na luta na defesa dos animais precisa se mobilizar ainda mais diante de casos assim e também para que possamos evitá-los. É preciso conscientizar toda a sociedade, educar as crianças desde cedo e punir severamente quem desrespeitar nossos amigos de quatro patas. Estamos juntos e compartilhe essa ideia!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Notícias