Dona segue seu gato e descobre que ele frequentava faculdade em Santos todo dia quando fugia

em Notícias
A descoberta da dona foi uma surpresa, mas na faculdade ele já era um velho conhecido…

Os gatos possuem uma personalidade muito mais independente do que os cachorros, e por mais que amem os seus donos e a sua casa, quem decide onde eles ficarão, são eles mesmos.

Não adianta ir atrás, prender ou tentar impedir, eles são muito autônomos. O gatinho Branco Fatec da Silva sabe muito bem disso e, inclusive, foi quem ensinou a sua dona sobre as suas regras de passeio.

O gato, adotado em 2009 por Fabiana Pimentel, se tornou conhecido por uma iniciativa bem peculiar que ele teve, que foi passar a frequentar a Faculdade Fatec Baixada Santista - Rubens Lara, em Santos.

Inicialmente, quando Branco saía de casa, Fabiana tentava impedi-lo, ia buscar, mas ele insistia em sair. Até que um dia ela resolveu segui-lo para saber onde ele ia com tanta frequência e se surpreendeu ao descobrir qual era o destino do seu gatinho: uma faculdade.

Acontece que Branco já era o mascote oficial da faculdade, conhecido, aceito e recepcionado por todos os funcionários, além dos alunos da Fatec. A descoberta, é claro, surpreendeu a todos, pois mesmo tendo casa, Branco fazia questão de ficar todos os dias no local. É um gatinho muito avançado, não é?

“O Branco é a paixão de todo mundo. Ele deita na mochila dos alunos, entra para dar aula com os professores. O pessoal cuida dele, faz carinho, dá comida. Agora ele tem até um espaço próprio, com um sofá e uma almofada bordada com o nome dele”, disse Andressa Serpa que é secretária da Fatec.

Ele é tão assíduo que chegou a ganhar títulos: “Melhor Aluno ADS 2011”, “Melhor Aluno Gestão 2012”, “Melhor Aluno SI 2013”.

“Quando ele começou a ir para a Fatec, eu ia todo dia buscá-lo, porque sabia dos riscos que ele corria por estar na rua, mas ele insistia em ficar. A veterinária recomendou que eu não tirasse essa liberdade dele, porque ele gosta muito de lá, foi o lugar que ele escolheu. Então ele passa o dia todo na Fatec, mas sempre volta para dormir em casa”, conta Fabiana.

Mas, agora com as aulas suspensas por conta da pandemia, Branco tem se mostrado bastante insatisfeito com a situação.

“Ele fica muito entediado. Quando vê que não tem ninguém na escola, volta para casa, mas fica muito rabugento, muito bravo. A gente brinca que ele é outro gato quando está na Fatec”, explica a dona.

Quem aguenta um serzinho independente desses? Que bom ver o quanto ele é querido na faculdade e, apesar da autonomia, faz questão de voltar para a casa, nem que seja para dormir — para o alívio da dona!

Confira:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com