Depois de invadir viatura e se recusar a sair, cão é levado para casa por policiais rodoviários de Santa Catarina; vídeo

em Notícias
Sabe aquele rolê aleatório, que você sai de casa e não imagina como vai voltar? Esse cãozinho, porém, parece que sabia muito bem como iria voltar!

É normal que as pessoas queiram ficar perto de quem elas admiram e respeitam, não diferente disso, os animais também expressam esse desejo. Não sendo por acaso, portanto, que um novo cão tenha ‘invadido’ uma viatura da Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina, na última quarta-feira (12).

Já havíamos noticiado pelo menos outros dois casos de cães que tiveram a mesma atitude no estado catarinense, que ao se depararem com o veículo policial aberto, aproveitaram para se refugiarem, e outro cão 'atacou' novamente, desta vez em Florianópolis.

Esse cãozinho, ao contrário dos outros, não é de rua, mas possui família e se chama Creme. Ao que tudo indica, ele só queria dar uma voltinha na viatura mesmo, pois como afirmaram os agentes rodoviários, ao abrirem a porta, o Creme pulou rapidamente no banco e se negou a deixar o veículo.

A vontade de Creme foi atendida pelos policiais, que permitiram que ele ficasse na viatura até receberem informações que o danadinho tem família e só estava aproveitando um momento de descontração junto dos policiais.

Ao levarem Creme de volta para a sua família, ele chegou todo empolgado por ter andado de viatura, e o melhor, sem ter cometido nenhum delito. ‘Família, cheguei!’

Na página do Facebook da Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina, os agentes brincaram com a situação dizendo que desconfiam que “há uma ação coordenada dos cães abandonados/perdidos para invadirem as nossas viaturas”.

É, já não se pode ignorar que se trata de uma quadrilha qualificada, pronta para roubar o coração dos policiais rodoviários. Eles que se cuidem!

Veja o vídeo:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com