“Eu tinha medo que ele estivesse sofrendo": Idosa de 73 anos chora de alegria ao reencontrar seu cão shih-tzu que havia fugido de casa

"Passamos o dia inteiro procurando por ele e nada. Chegamos em casa à noite e foi difícil dormir."

Por
em Notícias

A perda do estimado cãozinho abalou profundamente a dona Eunice Pereira, de 73 anos, cujo filhote fugiu de casa aproveitando-se de um descuido da família.

Deprimida com o súbito acontecimento, ela recorreu à neta para ajudá-la a reencontrar seu doguinho. O caso aconteceu em maio do ano passado e voltou a circular nas redes sociais nas últimas semanas, tamanha a comoção gerada nos brasileiros que se emocionaram com o caso e compartilharam da dor da perda e da extrema felicidade do reencontro.

“Geralmente deixamos uma madeira que bloqueia a abertura da porta do quintal, mas naquele dia meu pai foi trabalhar e se esqueceu de colocá-la. Assim, Scott acabou fugindo e só percebemos sua fuga quando chegamos em casa”, explicou Raquel Oliveira, que mora com a avó em Santos (SP).

O cachorro foi acolhido pela família Pereira Oliveira há mais de 3 anos e é muito querido por todos. Ele acompanha especialmente a Dona Eunice nas atividades do dia a dia, sendo o fiel companheiro dela.

A notícia do seu desaparecimento deixou a idosa em pânico, especialmente porque ela acreditava que jamais iria vê-lo novamente. No mesmo dia do acontecido, a família foi às ruas para distribuir anúncios em busca de Scott.

“Passamos o dia inteiro procurando por ele e nada. Chegamos em casa à noite e foi difícil dormir. Ficamos muito preocupados”, comenta Raquel.

Felizmente, na manhã do dia seguinte, Raquel encontrou Scott em uma oficina mecânica. “Eu disse à minha mãe para ir à oficina e, quando chegamos lá, disseram que Scott estava com eles. Eles não haviam publicado nada, porque podiam existir vários proprietários nas redes sociais. Mostramos os pôsteres, as fotos e eles nos devolveram”, explica Rachel.

“Eu estava almoçando quando minha filha e neta saíram. Quando voltaram, meu filho muito brincalhão escondeu Scott debaixo de um lençol, eu nem vi o que era. Assim que ele tirou o lençol eu vi Scott. De repente, ele estava lá. Foi uma surpresa, fiquei muito feliz e minha pressão até aumentou “, disse a senhora feliz.

O reencontro emocionante de Dona Eunice com seu cachorrinho foi gravado e compartilhado nas redes sociais.

A alegria foi tanta que a idosa precisou tomar remédio para pressão. Para evitar uma nova fuga, a família substituiu o mecanismo de bloqueio da porta principal da casa.

“Eu tinha medo que ele estivesse sofrendo. Graças a Deus ele voltou para nossa casa”, disse a senhora.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.