Final Feliz: Estopinho, cão que foi encontrado amarrado sob sol escaldante é resgatado e adotado

Ele foi largado para morrer, literalmente, mas graças a rápida ação de voluntários a sua vida pôde ser salva.

Por
em Notícias

É lamentável como existem pessoas maldosas ao ponto de prejudicar a vida de um ser que não tem como se defender, como é o caso de muitos cães vítimas de violência. Felizmente, graças a Lei nº 9.605, atos de maus-tratos contra os animais não passarão mais impunes.

Em contrapartida, há muitas pessoas de bom coração dispostas a ajudar e cuidar desses anjinhos injustiçados, como é o caso de Fernanda Suely da Costa, de Juazeiro, Bahia.

Fernanda resgatou um cachorrinho que foi encontrado em situação extrema de calamidade: em um terreno abandonado, ele estava amarrado com uma corda em blocos de tijolo, sob um sol escaldante, sem água ou comida.

O pior é que ele se encontrava nessa situação há dias e se não fosse a ajuda de voluntários do Projeto Salvar, ele teria morrido sozinho e de uma maneira de crueldade inenarrável.

Mesmo depois de ter sido resgatado, o quadro que o cãozinho se encontrava era crítico. Ele estava com anemia e com feridas abertas por todo o corpo, apesar disso, as pessoas em sua volta estavam dispostas a lutar pela sua vida.

Além dos voluntários, o Estopinho como foi nomeado, também lutou para sobreviver. A sua recuperação foi lenta e gradual, mas felizmente ele já não corria mais risco de vida e recebeu alta.

Estopinho foi encaminhado para um abrigo, mas não ficou muito tempo por lá, pois logo ele foi adotado. Mesmo em um novo lar, Estopinho segue frequentando a clínica para garantir que esteja completamente curado.

A sua transformação é chocante e emocionante. As feridas já cicatrizaram, ele está mais sadio, irradiante e os seus pelos já cresceram normalmente.

Veja o vídeo da sua transformação:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com