Pit bull adotada fica emocionada ao correr livremente em seu próprio quintal pela 1ª vez

Por
em Notícias

Tudo que um cão pode querer, além de um lar amoroso e um punhado de petiscos, é a liberdade de correr e brincar livremente. Esse, por muito tempo, foi o desejo desta cadela de resgate, a pit bull Mia, que graças a sensibilidade dos seus donos, foi atendido.

Mia teve um início de vida difícil e foi encontrada doente e passando por dificuldades pelas ruas de Akron, Ohio (EUA). Felizmente ela foi ajudada por um cidadão, levada ao veterinário e acolhida por um abrigo.

Em janeiro de 2020 ela foi adotada por uma família disposta a proporcionar a ela muita felicidade e bons momentos. Um deles, levou alguns meses para ser finalizado, que foi a construção da cerca do quintal da família, feito especialmente para ela se divertir livremente e em segurança.

“Nós a tivemos por cinco meses antes de terminarmos de construir nossa cerca e ela brincava com o cachorro do vizinho em seu quintal cercado. Também a deixávamos correr no quintal com uma coleira longa e ela puxava-a na maior parte do tempo”, contou Taylor Clapp, mãe de Mia, ao The Dodo.

Como a família não sabia como Mia poderia se comportar livre da coleira, eles preferiram não arriscar e construir um espaço próprio para ela, que sem dúvidas, adorou o resultado.

“Ela estava tão animada que não conseguia lidar com isso. Fiz questão de gravá-la em vídeo porque sabíamos que ela iria pirar quando pudesse correr em seu próprio quintal. Ela nos viu construir a cerca por dois meses e acho que ela sabia que era para ela”, disse Taylor.

Impossível não se contagiar com a alegria de Mia ao correr livremente pela primeira vez em meses ou até mesmo anos! De acordo com os donos, Mia não poderia estar usufruindo de melhor maneira do seu novo espaço.

“Ela correu e brincou em seu quintal por mais uma hora e se divertiu bastante pelo resto do verão”, afirmou Taylor. Como é fácil fazer um cão feliz, não é mesmo?

Veja o vídeo:

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com