Logomarca Amo meu PET

Gata de 15 anos é abandonada por família e vai até vizinha gentil pedir ajuda

Por
em Notícias

Aos 15 anos, a gatinha Trixie foi abandonada pela família por ser considerada velha demais e passou a contar com a própria sorte. Sem dentes nem garras, Trixie teria perecido facilmente se não fosse a intervenção de uma vizinha chamada Denah que a resgatou e a acolheu com muito amor.

Trixie era conhecida por toda a vizinhança, inclusive Denah e a sua cadela pastor alemão, Addie, que são apaixonadas por gatinhos. Foram elas que encontraram Trixie assustada e com uma das patas feridas, provavelmente causada por outro animal, vagando pelas ruas do bairro em Los Angeles, Califórnia (EUA).

Denah acolheu Trixie, levou para a sua casa, a alimentou, deu água e carinho. Mesmo fornecendo diversos cuidados à Trixie, ela demonstrou um comportamento inquieto e introspectivo. Ela parecia estar bastante estressada com toda a situação, então a voluntária decidiu pedir ajuda ao abrigo local Friends for Life Rescue Network.

Uma das primeiras resoluções feitas pelo abrigo foi entrar em contato com a antiga família de Trixie, pedindo que assinasse os papéis de transferência da sua tutela para o abrigo.

Depois, Trixie foi levada por Denah ao veterinário e apesar de estar assustada, ela se sentiu mais confiante por ter alguém que se importava com ela ao seu lado. “Trixie foi a coisa mais doce, calma e amorosa que já existiu comigo”, declarou Denah ao Love Meow.

Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas pela experiente gatinha, a sua história serviu de inspiração para todos ao seu redor, inclusive para a cofundadora da Friends for Life Rescue Network, Jacqueline DeAmor. “É um milagre ela ter conseguido sobreviver tanto tempo nas ruas sem dentes ou garras. Sem hesitar, eu disse que a levaríamos ao nosso centro de resgate e encontraríamos um lar amoroso para sempre”, disse Jacqueline.

Felizmente, havia muitas pessoas dispostas a devolverem todo o amor e a alegria que Trixie merece. Pouco a pouco ela está se recuperando e se sentindo à vontade em seu novo ambiente, especialmente quando é acariciada.

Assim que Trixie estiver completamente recuperada, ela encontrará um lar para cuidar dela para o resto dos seus dias. Enquanto isso, ela segue recebendo todos os cuidados carregados de amor da equipe.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com