Menino oferece recompensa humilde para quem encontrar sua gatinha: Cheetos, refrigerante e uns trocados

Por
em Gatos

O desaparecimento da gatinha chamada Manchas fez com que o seu dono, um garotinho, que vive em Mixquiahuala, México, criasse o seu próprio cartaz para procurá-la. Segundo o portal de notícias Wapa, o desaparecimento aconteceu no dia 21 de março.

O desenho primário, mas fiel às características da felina, foi muito bem elaborado, mas o que mais chamou a atenção das pessoas foi a recompensa oferecida. O menino ofereceu um salgadinho Cheetos, refrigerante e um pouco de dinheiro.

O cartaz, que é estampado com o retrato da gatinha em tons coloridos, incluindo os olhos verdes, contém informações complementares como o nome da felina, as características físicas, a data do desaparecimento e a recompensa.

A ingenuidade do garotinho é admirável, pois mesmo sem recursos, ele fez questão de oferecer uma recompensa para quem localizasse a sua gatinha.

O anúncio não passou despercebido, pelo contrário, se destacou ao ponto de ser notado pelo perfil voltado para gatos, Bacon Cats, e compartilhado no Twitter com a seguinte legenda: “Eu não estou chorando, é só um fio de cabelo que entrou no meu olho”.

A publicação se espalhou rapidamente e comoveu outros internautas pelo ato singelo aliado ao desespero do menino com o planfeto. Além de comentários em apoio à criança, os internautas ajudaram compartilhando a publicação, aumentando as chances de encontrá-lo. E esperamos do fundo do coração que isso realmente aconteça.

Como evitar que o seu gato vá para a rua

Embora muitas pessoas acreditem que os gatos são livres e precisam sair na rua, isso é um ledo engano, pois além de ficarem expostos a atropelamento, maus-tratos, brigas com outros animais, eles ficam suscetíveis a doenças e outros acidentes. Por isso, cuide do seu gatinho!

Confira o vídeo abaixo e saiba como evitar que isso aconteça:

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com