Mulher tira cachecol para esquentar cãozinho que tremia de frio na rua

Boas ações de cuidado e compaixão ao próximo são muito mais comuns e numerosas do que imaginamos.

Por vezes, um ato de boa fé é captado por alguma câmera e divulgado na internet. Foi o caso de uma moça flagrada por uma câmera de segurança de uma cafeteria em Zonguldak, na Turquia.

Ela passava pela porta do estabelecimento quando avistou um cãozinho em situação de rua, mal aconchegado no tapete da cafeteria, tremendo de frio.

Ao invés de simplesmente seguir em frente, ignorando o sofrimento do animal, ela decidiu oferecer à ele um pedaço do seu próprio conforto, cedendo seu cachecol para melhor esquentá-lo.

Veja o momento do encontro entre os dois:

A cena durou apenas um momento, embora não tenha passado despercebida. Em pouco tempo, a filmagem foi postada online, onde viralizou nas redes sociais, com milhares de usuários valorizando e exaltando o gesto de amor e solidariedade da moça para com o cãozinho. "A humanidade não está morta", comentou um internauta no Facebook.

Um homem que assistiu o vídeo agora viral reconheceu a moça do cachecol.

O nome dela é Elma.

Ela jamais esperava que receberia tantos elogios por ter oferecido um presente tão singelo ao cachorrinho perdido.

"Eu não poderia imaginar que minhas ações receberiam tamanha atenção. Estou muito surpresa com isso", disse Elma. "O tempo estava tão frio. Eu não aguentei quando o vi tremendo."

Embora seu encontro com o cão tenha terminado ali, Elma está otimista de que há outros cuidando de seu bem-estar também. E dada a reputação da Turquia de ser uma amante dos animais, não seria surpreendente se fosse esse o caso.

Compartilhe o post com seus amigos!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários